Não acredite em tudo o que dizem sobre o serviço público

Agora são 6:57 da manhã de segunda-feira véspera de feriado do dia 12 de outubro, feriado duplo, Dia de Nossa Senhora Aparecida (padroeira do Brasil) e também Dia das Crianças. Para uma grande parcela da população hoje é dia de folga, já que por liberalidade dos empregadores o dia útil de hoje foi "emendado" com o feriado de amanhã para formar um dos famosos feriadões. Para muitos, mas não para todos os trabalhadores.

Onde vocês acham que eu, recém empossado servidor público federal, estou? Vou dar algumas opções. Numa pousada na bela Fernando de Noronha me preparando para sair para mergulhar em meio a um dos vários naufrágios da ilha? Talvez num hotel bem localizado em Nova York me preparando para um dia de compras? Quem sabe num aconchegante hotel fazenda do interior de Minas prestes a uma manhã de cavalgada pelo campo? Ou em meu apartamento em São Paulo me preparando para mais um dia de trabalho na ANAC?

Sim, concurseiros, estou prestes a me deliciar, sim, com um dia de trabalho na ANAC como qualquer outro, assim como praticamente todos os meus colegas de trabalho! Daí me pergunto, onde será que está a tal "vida mansa" que muita gente acredita que encontrará no serviço público? Notem que não estou reclamando, muito pelo contrário, mesmo porque sabia que ao ser empossado trabalharia e muito.

Vou emendar, isso, sim, no artigo do Fontenele publicado ontem para fazer coro com ele ao dizer que acabou de vez essa velha história, aliás, velhíssima, de que se tornar servidor público é ter a garantia de emendar todos os feriados, de ter férias de 60 dias e por aí vai. Acreditem, há muito trabalho para ser feito e o LIMPE está cada vez mais sendo cobrado.

Segundo tal princípio básico da Administração Pública, servidores do Estado devem "os agentes públicos devem agir com rapidez, presteza, perfeição, rendimento". Sem rapidez não é possível dar conta do volume de trabalho do dia-a-dia. Sem presteza, ou seja, agilidade, não é possível lidar com a variedade de trabalhos sob sua responsabilidade. Sem perfeição no trabalho corre-se o risco de levar "nota vermelha" nas avaliações recorrentes. Sem rendimento não é possível fazer nada com rapidez, presteza e perfeição.

Resumo da ópera - Quer trabalhar pouco, emendar todos os feriados, ficar tranquilo, não precisar trabalhar demais, ou seja, "dependurar o paletó" e viver a vida? Então é melhor ter como meta se tornar vereador nas próximas eleições municipais e largar mão dessa história de estudar feito um condenado para passar em concursos público!

CHARLES DIAS é o Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


3 Response to "Não acredite em tudo o que dizem sobre o serviço público"

  1. Creuza Moura says:

    olá Charles e companheiros do Concurseiro solitário.

    Sou funcionária terceirizada da SUSEP (Superintendência de Seguros privados), e assim que comecei lá pensi , ih agora tá bom , emendarei todos os feriados, enganei-me totalmente, pode ser que se o Superintendente estiver de boim humor siamos mais cedo mas emendar não existe. Sempre rola um café da manhã super legam no meu andar, promovido pela coordenação de pessoal que acaba rolando o dia todo tamnha a fartura, e transforma o dia que tinha tudo para ser aborrecido em um momento mais ligth.
    este é omeu testemunho de servidora terceirizada, que quebrou a cara pensando que a vida numa repartição pública era uma mar de rosas e m,e deparei com prazos curtos, pressão por resultados, gente folgada sim mas muita gente que tem por ideal um Brasil melhor.

    Aquele que luta pela glória é o primeiro a perder, mesmo quando ganha. Aquele que luta pela justiça sempre é vitorioso, mesmo quando perde. Aquele que ingressou no serviço público para descansar, pode ter ganho a batalha pela vaga, mas perdeu a guerra pela felicidade. Infelizmente, a maioria é afamada pela minoria.

    Aquele que luta pela glória é o primeiro a perder, mesmo quando vence. Aquele que luta pela justiça é sempre vencedor, mesmo quando perde. Aquele que ingressou no serviço público para descansar, pode ter ganho a batalha pela vaga, mas perdeu a guerra pela felicidade. Infelizmente a maioria é afamada pela minoria.

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards