Abaixo o preconceito!

Se há algo nessa vida que eu não tolero é o preconceito! Ô praga maldita e disseminada na cabeça de tantos brasileiros. E olha que a questão aqui não é só racial não! O tema vai de cor a regiões brasileiras, opção sexual a profissões, enfim, é um mar de absurdos, visões distorcidas e tantas outras tolices com as quais se perdem tanto tempo falando coisas tão inúteis e sem pé nem cabeça.

Estava eu sentado na poltrona do meu ônibus fretado com o note aberto estudando uma matéria, quando sentam dois indivíduos na minha frente e começam uma conversa. É claro que eu não gostaria de ter prestado atenção, mas como eles falavam tão alto não foi possível não escutar:

- E aí? Vai fazer a OAB?

- Não sei rapaz, to pensando ainda. Quem sabe ano que vem, não to tão preparado assim...

- Acho que você devia fazer. Mas não aqui em São Paulo; que tal você tentar em outro Estado? Aposto que é muito mais fácil.

- É...pensei nisso. Gasto com passagem, mas a aprovação é certeira. Depois eu peço transferência para cá. Eu já tava pensando em fazer isso com relação aos concursos, porque para aquela região atrasada, tipo o Nordeste, o Norte, até mesmo o Centro-Oeste, as provas são muito mais fáceis, sem dúvida alguma, do que aqui para São Paulo.

(Pensei comigo: santa ignorância, meu Deus do céu!).

Vários equívocos são encontráveis neste pequenino diálogo. Primeiramente, o Exame da OAB, salvo engano, foi unificado. Já abordamos tal fato por diversas vezes, tanto a Raquel, quanto eu no Blog, quando fizemos a matéria especial para a OAB. Assim, pelo fato de estar unificado, é uno, igual para todos os Estados da Federação.

Segundo, NÃO TEM NADA DISSO DE QUE NO AMAPÁ, AMAZONAS, PARÁ, RONDÔNIA, ACRE, BAHIA, SERGIPE, PERNAMBUCO, RIO GRANDE DO NORTE, TOCANTIS, etc., a prova de concurso ser mais fácil do que aqui. Isso é um BAITA de um preconceito!

Pessoal, concurseiro sério não tem esse pensamento, pelamordeDeus!!

Isso é ser ignorante e desinformado! Vou dar um exemplo concreto. Vou postar aqui uma questão que caiu no Concurso para Juiz Estadual do Pará, em 2009:

A respeito do regramento constitucional das medidas provisórias, assinale a afirmativa incorreta.

(A) É vedada a edição de medidas provisórias sobre matéria já disciplinada em projeto de lei aprovado pelo congresso Nacional e pendente de sanção ou veto do Presidente da República.

(B) A edição de medida provisória para instituição de tributos só será admitida para atender despesas imprevisíveis e urgentes, como as decorrentes de guerra, comoção interna ou calamidade pública.

(C) Apenas excepcionalmente o Poder Judiciário poderá, no controle de constitucionalidade da medida provisória, examinar a adequação dos requisitos de relevância e urgência, por força da regra de separação de poderes.

(D) A medida provisória não apreciada pelo Congresso Nacional podia, até a Emenda Constitucional 32/2001, ser reeditada dentro do seu prazo de eficácia de trinta dias, mantidos os efeitos de lei desde a primeira edição.

(E) É vedada a reedição, na mesma sessão legislativa, de medida provisória que tenha sido rejeitada ou que tenha perdido sua eficácia por decurso de prazo.

Agora, te pergunto: se eu não tivesse dito que a questão era do Tribunal de Justiça do Pará ou se você não tivesse resolvido essa questão antes, você diria que a questão é “nortista” ou do “sudeste”?

Pergunta idiota né? Pois é. Perdoem-me, mas quem pensa do mesmo jeito que aqueles dois lá também é assim. Por quê? Porque isso não passa de um preconceito arraigado na maioria dos brasileiros, onde os quais quando mencionam o povo trabalhador e guerreiro do Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil os tomam como uma população atrasada! Gente! São brasileiros! Sabe quem construiu São Paulo? Os nordestinos! São um povo trabalhador, de raça, gente nata da nossa terra! A maioria dos pedreiros veio do Nordeste para fazer essas obras maravilhosas de São Paulo! Tem um edifício sendo construído aqui em frente ao meu trabalho! É a mão do Nordeste na construção de São Paulo. E deixa a cidade cada vez mais imponente, diga-se de passagem!

Quer mais? Uma enooorme parte dos MEGAempresários são Nordestinos ou Nortistas. Vieram dessa região ou do Centro-Oeste do Brasil, onde se acumulam a maior parte de pecuaristas, podres de rico para dizer o mínimo.

O simples fato de uma pessoa estar em um determinado local, afastado do “evoluído Sul ou Sudeste do Brasil”, já é motivo para chamá-los de atrasados, vagabundos ou desocupados.

Eu odeio e rechaço este tipo de preconceito!

Mal sabem essas pessoas que os ganhadores de prêmios de melhores pesquisas científicas, projetos científicos são, muitas vezes, Nordestinos!

Eu friso: eu não suporto esse tipo de preconceito com essa gente guerreira! Já foram ao Nordeste? Ao Norte? Pois é! Sintam como serão recepcionados! Perguntem onde é tal lugar para ver se a pessoa não vai com você te mostrar! Agora faça isso em São Paulo; taí o Charles que não me deixa mentir, onde morou na Capital por um bom tempo.

E para finalizar, eu exalto o Fontenele: articulista excelente deste amado Blog! Pessoa que tanto ajuda, mesmo lá de longe! Esse, não tenho dúvidas alguma que logo, logo estará empossado em um belo cargo público, dando “banana” para esses preconceituosos de plantão. E tantos outros articulistas que já passaram por esse blog daquelas terras tão queridas, onde tem muito concurseiro “cabra macho” nos estudos, e muita mulher “guerreira” nos concursos! A vocês, todo o meu respeito e admiração! Tenho orgulho de ser descendente de um Paraibano lutador e vencedor!

Resumo da ópera - O preconceito não traz nada de bom! Gera brigas, discussões, violência, dissensão! Para que ficar perdendo tempo com assuntos tão banais e inúteis? Conclamo os leitores deste amado blog (o qual BOA PARTE É NORDESTINA, NORTISTA, ENFIM, O BRASIL INTEIRO ESTÁ AQUI, E DENTRO DOS CORAÇÕES DESTES ARTICULISTAS, PRINCIPALMENTE NO MEU), a levantarem a bandeira “Abaixo o Preconceito”, pois somos todos brasileiros desta pátria amada que se chama BRASIL!!

Jerry Lima, um Concurseiro Concursado Profissional.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


8 Response to "Abaixo o preconceito!"

  1. Vivi says:

    Gostei muito do texto de hoje! É impressionante a quantidade de preconceitos que pessoas jovens e aparentemente bem informadas possuem do nordeste. Fiz faculdade em SP, mas os melhores professores de Direito que eu já tive em cursinhos eram dois nordestinos, Pablo Stolze e o Fredie Didier. Quem acha que a OAB de SP e os concursos de SP são mais difíceis estão redondamente enganados.

    ni says:

    Nossa, mas quanta ignorância! Alguém avisa a esses cidadãos que o exame de SP, que foi um dos últimos a serem unificados, era tido como MAIS FÁCIL do que o Cespe unificado, que tinha todos os estados do nordeste. E, diz também, que universidades do Nordeste como a UFBA, a UESC, sempre ficam no topo da lista de faculdades que mais aprovam na OAB NACIONAL. E também manda ele concorrer em concursos nacionais com o povo do nordeste pra ele ver que povo FRACO em concurso (not), que domina os concursos nacionais.
    Afff, meus sais.

    Panqueca says:

    Realmente é uma pena que tenhamos que presenciar isso. Isso é algo corriqueiro nas comunidades de concurso do orkut: a crítica quanto aos nortistas e nordestinos. Claro que nunca me dou ao trabalho de responder as acusações, pois acho que é dar importancia demais ao que não merece e pano pra manga, delongar um assunto tão tolo.

    Não adianta discutir com pessoas assim. Um dia elas crescem, amadurecem e ensinam a seus filhos a não serem preconceituosos. É o que espero, pelo menos, pois acredito que a sociedade, apesar das tantas dificuldades, avança para uma convivência melhor entre as pessoas e com a natureza.

    Seu blog é muito instrutivo e sempre estou dando uma passadinha por aqui.

    Abraços.

    Gê.

    Fontenele says:

    Jerry,

    Meu amigo, muito oportuno o seu artigo sobre esse tipo de preconceito. Com a difusão cada vez maior da internet, isso já melhorou bastante, pois as pessoas, com mais acesso a informações, começam a pensar de forma mais racional.
    Obrigado pelos votos de otimismo, estou lutando muito para isso.

    Um Grande abraço!
    Fontenele.

    Raquel says:

    Jerry, muito apropriado seu texto. Os concursos estão difíceis no Brasil todo, é fato. Aposto que esses preconceituosos eram falsos concurseiros.


    Raquel Monteiro

    Loucão says:

    Deviam ter conhecimento que, depois do exame unificado, SP tem um dos PIORES índices de aprovação!

    SANTA IGNORÂNCIA!

    Rafael says:

    Tudo bem Jerry?

    Muito bom seu texto.

    Infelizmente em pleno século XXI temos que nos depararmos com esse tipo de situação. Quem sabe num futuro, mesmo que distante, possamos viver numa sociedade sem preconceitos pelo simples fato de alguém ter nascido lá ou aqui, com cor de pele igual ou diferente da minha e tantos outros casos absurdos...

    Abraço!

    Maisa says:

    Realmente, caso esses dois preconceituosos fossem prestar concurso no Centro-Oeste ele veriam que tem muitas provas cm um grau de dificuldade igual ou maior do que São Paulo. Minha última aprovação foi pro TJ do Mato Grosso do Sul, qdo disse q ia prestar MS, todo mundo usou aquela frase: Vai atrás de jacaré?! Pois é, do povo q prestou la...so eu e mais 3 amigos consigimos aprovação. Prova mais clara de que, Concurso é NÍVEL NACIONAL de dificuldade e não Nível Regional.
    Adorei o Texto.
    E So uma reslva, eu estou estadando pra Ordem, é UNIFICADA, a mesma prova aqui em SP é a Prova la no Pará...Isso mostra como ainda tem agente q vai prestar ordem sem nem ler o edital de abertura.

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards