Interrompemos essa programação por causa de uma reta final. Voltamos, em breve, com a programação normal

Meu cotidiano tem mesmo parecido com aqueles intervalos que anunciam as propagandas eleitorais. Eu estava estudando matérias teóricas, ruminando assuntos de maior complexidade no Direito Administrativo e Constitucional. Terminei os capítulos, parei. Depois eu volto.

Fiz isso porque, perto de uma prova de concurso (eu não faço muitas), a ênfase do estudo deve ser diferente. A atividade de aprender, compreender deve dar lugar à de rememorar, fazer reparos às lacunas do estudo.

Já é notório que o cérebro humano necessita de certo tempo para processar as informações aprendidas. É a maturação do conhecimento. Por isso, eu pretendo não me arriscar a aprender muitas coisas nas próximas semanas, mas reavivar o que um dia já estudei. É coisa à beça, mas não vamos nos desesperar. Façamos o que é possível.

Por mais cautelosos que sejamos, nunca conseguimos captar todas as nuances de um texto de lei. É para isso que o estudo nessa fase serve: buscar esses pequenos detalhes que fazem uma tremenda diferença. Isso significa enxergar aquilo que esteve diante dos nossos olhos, mas não soubemos decodificar, perceber. Eu faço esse tipo de trabalho através de passadas de olhos nos meus melhores cadernos, grufos de livros, textos de lei e resolução de questões. Se vai adiantar, eu não sei, mas também não sei o que seria melhor num momento desses.

Confesso-lhes uma pequena heresia concurseira: não sou a maior fã dos exercícios, fazer provas anteriores. Sempre começo, passo um mês resolvendo e logo paro. Fazer questões sempre me traz a sensação de perda de tempo, pois poderia avançar no programa. Não aconselho ninguém a ser assim, pois os vencedores dos concursos fizeram muitas questões.

Apesar desse pecado, estou procurando me redimir. Sim, estou resolvendo questões, minha gente. Sinto que estou aprendendo muita coisa. Veremos se consigo levar a prática em frente.

Resumo da Ópera - Apesar de o título do texto sugerir, pretendo não precisar voltar à programação normal depois desta prova. Se não for possível, paciência, eu volto.

Raquel Monteiro é uma legítima concurseira carioca.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.




PROMOÇÃO CONCURSEIRO SOLITÁRIO NO TWITTER

Seguinte, gente. Hoje o Twitter do blog tem pouco menos de 200 seguidores. A promoção é a seguinte. Ajude a trazermos concurseiros para serem seguidores do nosso Twitter e assim que atingirmos 500 seguidores sortearei um livro de concursos públicos. Agora a melhor parte. Darei ao ganhador três opções de livros para escolher uma e alguns dias após a escolha o livro chegará em sua casa, sem custo algum.

2 Response to "Interrompemos essa programação por causa de uma reta final. Voltamos, em breve, com a programação normal"

  1. Camisa 9 says:

    Fazer exercícios é o que fixa a matéria, não?!?
    E acho que vc deveria voltar a sua programação normal, sim. Afinal se reprogramar vai demorar mais do que vc axa, dear...

    Bons estudos

    Camisa 9, tomara que eu não precise voltar à programação normal (risos).
    Obrigada pela sugestão.

    Abraço,
    Raquel

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards