Quer emagrecer? Pergunte a um concurseiro como

Dizem que tudo na vida tem um lado bom. Por pior que possa ser um acontecimento, ele tem um lado bom, nem que esteja muito bem escondido e/ou seja muito difícil de encontrar. Eu acredito nisso desde adolescente e confesso que tem me ajudado e muito a enfrentar as dificuldades da vida, a continuar lutando pela minha felicidade sem precisar passar por cima das pessoas para alcançá-la, ser desonesto ou passar por cima da ética com que guio minhas decisões ou ações.

Pois bem, quando o assunto é estudar para concursos públicos, apesar de toda a dificuldade, de todo o esforço, tristezas e frustrações envolvidas, há, sim, um lado bom nessa luta. O que me faz escrever esse artigo é que nesses últimos dias descobri outro aspecto desse lado bom que até então me passava insuspeito.

Há alguns anos engordei bastante. Dos meus usuais 85 quilos passei para 105 quilos, tudo mais culpa da frustração profissional e pessoal do que de uma vida sedentária. Não gostava do meu trabalho, estava infeliz no relacionamento afetivo que vivia, me sentia mal, frustrado, sem saída. Foi uma época difícil. Nesse cenário algumas pessoas ficam depressivas, outras emagrecem absurdamente, algumas ficam doentes, eu fiz coro com aqueles que engordam. Para vocês terem uma idéia, antes vestia calças número 48 e camisetas G sem problema algum. Depois que engordei passei para o número 50 e para o GG, e olha que ficava justo.

Depois que comecei a estudar para concursos comecei a fazer uma caminhada diária de alguns quilômetros pelo menos três vezes por semana, a tomar bastante água regularmente, a me alimentar em horários regulares. Ok, tudo isso contribui para a perda de peso. Mas se tem uma coisa que realmente ajuda a emagrecer é o coquetel de sobrecarga de estudo + ansiedade + decepção + esperança + frustração + alegria + planejamentos sem fim + questionamentos + motivação ... ou seja, tudo o que um concurseiro vive diariamente em sua montanha russa particular de sentimentos e emoções. Nesse cenário algumas pessoas ficam depressivas, outras emagrecem absurdamente, algumas ficam doentes, eu (muito feliz) descobri que faço coro com aquelas que emagrecem! Isso mesmo, já perdi mais de 15 quilos sem ao menos ter como meta emagrecer. Voltei para o número 48 e para o G!

Ontem mesmo após o banho da noite resolvi tirar a dúvida quanto a minha perda de peso e tirei do guarda-roupa três ternos que tinha comprado pouco antes de abandonar meu trabalho antigo e começar a estudar para concursos públicos. Belos e caros ternos de uma grife famosa, novinhos em folha em seus porta-ternos e que na época tinha comprado em número que não me servia para serem minha meta de emagrecimento. E não é que serviram como uma luva! Sério, ficaram perfeitos. Na hora ri comigo mesmo e pensei “já tenho terno para a posse e para começar a trabalhar como feliz servidor público”.

É engraçado como conquistas que aparecem assim desavisadas nos animam. Juro que desde que comecei a estudar não me preocupava muito com meu peso. Procurava, sim, ter uma alimentação mais balanceada e natural (algo muito mais fácil de fazer quando se come em casa), e levar a sério a atividade física diária, mas não era uma de minhas metas principais. Mas tudo contribuiu para que eu perdesse peso e estou feliz com isso.

Calculo que até minha primeira vitória na guerra dos concursos públicos, que com a graça de Deus não demorará muito mais, já estarei ainda mais magro, se brincar vestindo 46 e M, hehehehe, o que será muito bem vindo.

Resumo da ópera – Concurseiro, tirei um tempinho de vez em quando para analisar sua vida buscando o lado bom da sua luta na guerra dos concursos públicos. Pode ter certeza de que coisas boas estão acontecendo com você mesmo que você não tenha nem idéia disso, mas que são decorrência direta dos seus esforços para vencer essa guerra. Nem tudo é sofrimento, ralação, frustração, ansiedade e esperança. A cada dia que estudamos estamos mais perto de nossa posse. A caminhada é longa, a luta é dura, o chão é irregular e cheio de pedras, mas o caminho é certo e leva à vitória e a uma via muito mais confortável e gratificante, seja pessoal ou profissionalmente. Então não desista, continue lutando que vale a pena!

Aproveitando o ensejo. Há leitores reclamando que a fonte branca sobre o fundo cinza dificulta a leitura dos textos do blog, que a nuvem de temas não está funcionando direito, que falta a ferramenta de busca de artigos ... anotei tudo aqui, gente, e vou resolver, mas só depois da prova da ANAC semana que vem. Até lá, segurem as pontas um pouco.

Charles Dias é o Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———

CLIPE DO DIA

O clipe de hoje é de uma música muito gostosa de ouvir chamada "Heaven" da banca Genius Bar. Infelizmente não há clipe dessa música, pelo menos eu não achei.

ATENÇÃO - Para enviar esse artigo para alguém, clique no envelopinho abaixo.

1 Response to "Quer emagrecer? Pergunte a um concurseiro como"

  1. Arwin says:

    Já leu Numo Cobra???
    mente sã, em corpo são!

    Mais pura verdade.
    Vencendo desafios físicos, estimulamos nosso célebros a quebrar barreiras psicológicas.

    Comigo funciona bem correndo!!!!!

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards