A famosa tabela de horas líquidas de estudo - Versão 2.0

No universo empresarial, alguém dizer que sua empresa teve 10 milhões de reais de vendas no no primeiro semestre do ano não quer dizer muita coisa, afinal de contas, pode ser que a empresa teve, por outro lado, 11 milhões de reais de despesas e no final das contas deu prejuízo. Outra coisa completamente diferente é dizer que uma empresa teve 10 milhões de reais de lucro, ou seja, que a diferença entre as receitas e despesas foram positivas nesse montante.

O mesmo acontece no universo concurseiro. É muito comum ouvir em cursinhos, fóruns e comunidades afirmações do tipo "estudo dez horas por dia". Quem ouve essas afirmações, principalmente concurseiros novatos, levam um susto e pensam "putz, não consigo estudar tudo isso diariamente, estou ferrado". O problema é que muita gente considera apenas as chamadas Horas Brutas de Estudo, ou seja, computam o tempo de estudo da hora que começou à horas que terminou e ponto final. Só que ninguém estuda horas a fio sem nenhuma parada, seja para descansar, para almoçar, para fazer um xixizinho básico.

Outra coisa completamente diferente são as chamadas Horas Líquidas de Estudo, ou seja, as Horas Brutas de Estudo subtraídas de todo e qualquer intervalo feito ao longo da jornada de estudo. Parou, descontou. Dai esse número revela o tempo efetivamente estudado.

Por serem as Horas Líquidas de Estudo geralmente menos vistosas que as Horas Brutas de Estudo que muita gente para fazer tipo, para posar de super concurseiro, prefere revelar apenas o segundo tipo. Acreditem, muita gente que ostenta o "estudo dez horas por dia" no final das contas não estuda nem três horas líquidas diariamente!

Há, basicamente, duas formas de computar as Horas Líquidas de Estudo. Vejamos.

A grosso modo - No final do dia o concurseiro apenas pondera "por cima" os intervalos que fez ao longo do dia e "tá de bom tamanho", ou seja, não é um controle lá muito rígido e exato.

Controle sistemático - Com a ajuda de um relógio com cronômetro (contador de tempo presente na maioria dos relógios digitais), o concurseiro computa exatamente o tempo das paradas, lista-os todos e no final do dia calcula com exatidão o tempo que efetivamente estudou.

Mas por que motivo você deveria estudar com base nessas tais de Horas Líquidas de Estudo? Poderia dar mais de uma dezena de bons motivos para você, mas darei apenas um que considero mais que suficiente. Por uma questão de seriedade e honestidade nos estudos para concursos públicos.

Vocês estão cansado de ler nos artigos, resenhas e matérias publicanos neste blog que para vencer a guerra dos concursos públicos é preciso estudar com muita seriedade, com P2D (Planejamento, Disciplina e Determinação), afinal, como diz nosso guru Wiliam Douglas, "concurso não se faz para passar, mas até passar". E como dá para estudar assim se enganando quanto às horas diárias que efetivamente estuda? Não tem como.

O concurseiro que estuda consciente das horas líquidas que estuda diariamente estudará com muito mais P2D que um concurseiro que estuda enganam-de com vistosas horas brutas de estudo que apenas escondem a dura realidade de que não vem estudando o quanto e como se deve.

Dito isso, passemos à parte prática, a como usar uma tabela de controle de horas líquidas de estudo, algo muito fácil de construir e utilizar. Notem que essa versão da tabela é 2.0, muito melhor que a versão original que disponibilizei aqui no blog meses depois de o ter criado. Vejamos.

Tabela de controle diário e semanal



Modo de utilização:

Compre em uma "loja de R$1,99", ou seja, dessas lojinhas de bugingas chinesas baratas, um relógio despertador digital que tenha cronômetro (custará no máximo R$5,00). Começou a estudar, ative o cronômetro. Parou de estudar para fazer qualquer coisa (ir ao banheiro, atender ao telefone, descansar um pouco, tomar um cafezinho, o que seja) pause o crômetro. Voltou a estudar, reative o cronômetro. Terminou o turno de estudos, pause mais uma vez o cronômetro e anote na célula adequada da tabela quantas horas líquidas estudou naquele turno. Ao final do dia totalize as horas líquidas na célula da linha "total". Faça isso todos os dias da semana.

Gráfico de controle diário e semanal



Modo de utilização:

Para ficar mais fácil visualizar a variação de horas líquidas estudadas ao longo da semana, utilize desse gráfico cartesiano. Note que a linha horizontal marca o dia da semana e a linha vertical o número de horas líquidas estudadas. Terminou o dia de estudos, totalizou as horas líquidas estudadas, marque-a na coluna bonitinho e então vá ligando os pontos ao longo da semana. No final da semana você terá um gráfico mostrando a variação das horas líquidas de estudo naquele período, o que o ajudará a ter uma idéia se seu estudo foi constante ou se sofreu muitas variações.

USO PRÁTICO

Muitos concurseiros gostam de fixar uma meta de horas líquidas de estudo para cada turno, o que pode tranquilamente ser utilizado em conjunto com a tabela. Vejamos um exemplo prático:



Por exemplo, no turno da manhã do primeiro dia de estudos da semana temos que o concurseiro estudou duas horas e dez minutos líquidas de estudo e que sua meta para aquele turno era de de três horas líquidas de estudo. E assim vai.

IMPORTANTE - Notem que não há nessa tabela os nomes dos dias da semana, isso para permitir que essa tabela possa ser utilizada para inícios de "semana de estudo" em qualquer dia da semana.

Finalmente, vejamos como ficaria um gráfico preenchido:



Visualmente podemos verificar que nessa semana de estudos o concurseiro começou animado, mas no segundo dia estudou bem menos, então melhorou um pouco e manteve a semana toda, mas terminou estudando quase um terço do tempo do primeiro dia. Viram, análise simples, rápida e muito reveladora.

Você pode baixar essa tabela e gráfico em formato PDF nesse link:


Resumo da ópera - Prontinho, gente. Agora que vocês sabem o que são as famosas Horas Líquidas de Estudo, como utilizar a tabela e gráfico de controle dessas horas de estudo, têm a tablea e o gráfico prontinhos para usar ... agora é só querer e utilizá-los.

Charles Dias é o Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


2 Response to "A famosa tabela de horas líquidas de estudo - Versão 2.0"

  1. Paula says:

    Opa! Adorei o post de hoje ...
    Já baixei a tabela e agradeço a disponibilidade de todos vocês.

    Eu não uso o cronomêtro, mas anoto cada saída, mesmo que para ir ao banheiro ou buscar mais água. Deixo tudo descontadinho.

    Gostei do gráfico. Vou começar a usá-lo hoje, mas acho que deve ser impactante notar, no final de semana, que se melhorou ou piorou a média....serve como estímulo, com certeza!

    Obrigada!

    Nico says:

    show d bola o texto,

    ja vinha aplicando as hs liquidas algum tempo,gracas a um texto do alexandre meireles,é uma excelente dica p todos os concurseiros!!

    grato!

    warley

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards