E numa dessas todos gabaritaram

A guerra dos concursos públicos pode ser sangrenta, mas não deixa de ser muito engraçada algumas vezes. Por exemplo, vocês já notaram como quando algum concurso que já teve a prova realizada é anulado ou é noticiado que há fortes suspeitas de fraude, como aparece concurseiro jurando de pé junto que gabaritou a prova e que está sendo injustiçado?

Então, com o concurso do Ministério da Justiça que está sendo realizado pela FUNRIO e que teve a prova que foi realizada no último final de semana anulada não poderia ser diferente. Foi a prova ser anulada para um monte de gente sair reclamando que tinha ido muito, mas muito bem mesmo, na prova, que por conta dessa anulação estão sendo injustiçado, e tal e tal.

Minha mãe é assistente social e tem contado com muita gente todos os dias, principalmente idosos. Ontem mesmo ela comentou comigo sobre isso, dizendo que somente naquele dia tinha ouvido de três velhinhas como seus netos e netas tinham prestado essa prova, indo muito bem, uma gabaritou, mas que por conta da anulação estão à beira da depressão e do desespero.

Claro, não duvido que muita gente tenha ido bem nessa prova, assim como muita gente tenha ido mal, exatamente como acontece em todos os concursos públicos. A questão não é essa. O que quero colocar é como tem concurserios não tão sérios assim e também muitos falsos concurseiros que usam essas anulações de prova e suspeitas de fraude como pano de fundo para um teatro, bradando para os quatro ventos um desempenho que não tiveram realmente na prova. Uma prova anulada não será corrigida, então ninguém saberá que essas pessoas na verdade ficaram longe de ir tão bem quanto apregoam. Provas com suspeita de fraude ganham uma aura de suspeita, que essas pessoas usam sem pudor para justificar notas ruins.

Coisas assim acontecem ao meu ver pro dois motivos, principalmente. Primeiro porque tem muita gente que finge que estuda para concursos públicos somente para enganar as pessoas ao seu redor, pais, parentes e amigos. Muitas vezes essas pessoas usam esse fingimento como muleta para não trabalhar, para “morder” uma graninha que ao invés de ser usado para comprar livros ou pagar um cursinho é utilizado para outras coisas. Então, para não ser desmascarado em seu fingimento tão cedo, usa de qualquer subterfúgio para parecer injustiçado em sua luta por um cargo público, afinal de contas, papel de coitado ajuda a manter a mentira. Segundo porque tem muita gente que simplesmente usa também de qualquer subterfúgio para manter para si mesmo a mentira de que estão estudando seriamente para concursos públicos, quando na verdade estão longe de fazer isso. Enquanto se enganam essas pessoas têm um falso conforto de que estão fazendo algo de positivo, sem, no entanto, terem de experimentar a dureza e privações de uma ação real.

Resumo da ópera - Gente é um bicho estranho, meus amigos, muito estranho mesmo. É exatamente como diz uma famosa música de uma banda famosa nos anos 80, “alguns querem usá-lo, alguns querem ser usados por vocês, alguns querem abusar de você, alguns querem ser abusados por você” ... e essa segunda pessoa pode ser outra pessoa, pode ser a anulação de uma prova de concurso público, pode ser qualquer coisa, pois o que realmente importa é o “usar” e/ou o “ser usado”.

Charles Dias é o Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———

Amigos, estou vendendo alguns livros para concurso, a maioria nova e sem uso, que poderá ser mais útil para outros concurseiros do que para mim que uso outro material de estudo. O envio é por minha conta para qualquer lugar do país. Se alguém quiser ficar com todos, dou um desconto legal. Interessados enviem um email para concurseirosolitario@gmail.com

Auditoria – João Imbassahy – Editora Ferreira – Sem uso – Novo custa R$64, estou vendendo por R$50.

Matemática Financeira para Concursos – Júlio Lociks – Editora Vestcon – Sem uso – Novo custa R$20,50, estou vendendo por R$15,00

De Olho no Dinheiro do Brasil – Ricardo Barros – Editora 24X7 Cultural – Sem uso – Novo custa R$18,50, vendo por R$14.

Economia Brasileira Contemporânea – Marco Antônio Sandoval de Vasconcellos e outros – Editora Atlas – Semi-novo – R$74, estou vendendo por R$50.

Manual de Direito Administrativo Moderno – J. Wilson Granjeiro – Usado em ótimo estado, mas com grifos em algumas páginas feito com caneta de grifar texto, mas é pouca coisa – Novo custa 73,50, vendo por R$50.

Direito Constitucional Básico – Gabriel Dezen Junio – Editora Vesticon – Usado em ótimo estado, mas com grifos em algumas páginas feito com caneta de grifar texto, mas é pouca coisa – Novo custa 40,50, vendo por R$30.

———«»———«»———«»———

CLIPE DO DIA


O clipe de que falei no final do artigo é da famosa e já há muito tempo finada banda Eurythmics e a música se chama “Sweet Dreams (Are Made Of This)”, um grande sucesso na época. A tradução da letra vocês encontram aqui.

2 Response to "E numa dessas todos gabaritaram"

  1. Eu ainda não tive a oportunidade de ver alguém me dizer esse tipo de coisa! Graças a Deus!

    Já vi coisas parecidas: se eu estudasse, se eu fizesse cursinho, se eu não trabalhasse, se eu prestasse, eu ficarei em 1º lugar.


    Mas esse tipo de mentira tem perna curta, porque a prova será reaplicada! Aí o vexame é maior, né?! Porque todo mundo vai esperar que a pessoa gabarite, novamente.
    Aí o que vão dizer?
    "Na segunda vez, estive num mal dia!". "Fiquei desanimada e não fui fazer a prova!"...

    Isso quando essas pessoas não somem, né?! Aí não dão explicação alguma!


    Uma prima minha disse que quem não passa em prova não é esforçado.

    Com a crise, ela perdeu o seu emprego. Ficou uns 3 ou 4 meses desempregada. Prestou concurso de nível médio de uma Prefeitura do interior e da companhia de água da capital, mas não foi nem classificada fora das vagas ,ou seja, não acertou nem 50%.
    E era tem formação superior. Se fosse esforçada, prestaria para um cargo de nível superior. Mas já tinha consciência de que não sabia nada do que aprendeu na facu.

    Nessas horas a gente vê algumas verdades.

    ODYSSEU says:

    Grande Charles : venho acompanhando seu blog há alguns meses e só tenho a te parabenizar pela iniciativa. Bem mais realista e estratégica que muitos conselhos de " mestres" no assunto. Cara : estou com uma dúvida e acho que pode ser tema para um artigo. O que fazer quando vc quer muito fazer o concurso e vem como sua meta principal, mas para tua região quase não há vagas ? Tenho uma filha pequena (4 anos)sou louco por ela (e se não o vejo frequentemente, fico pra lá de triste), sou separado (logo a convivência com ele é mais restrita), estou parado (a crise detonou meu emprego e vou vivendo de FGTS, que está pra acabar), ja passei dos 35 e moro com meus pais (que não estão bem de saúde devido a idade). Estou me preparando há 01 ano e meio para o Concurso da PRF (na época foram autorizadas por lei 3000 vagas, bem diferente das 750 autorizadas pelo MPOG)e quando saiu a lista de vagas por estado, para minha região (NE) a maioria dos estados só prevê 06 vagas (exceto BA e MA, com 40). Do resto, só as regiões centro-oeste e sul é que foram mais contempladas . Acredito que tenho condições de passar,mas se escolher uma região distante só após 03 anos na localidade é que posso COMEÇAR a pleitear uma remoção. Pode-se dizer : preucupe-se em passar na prova, o resto vem depois. Mas as regras do edital deixam claro que vc tem de traçar uma estratégia já na inscrição. Sei que concurso é uma escolha de vida. Quero muito a PRF, mas também visualizo concurso em outros órgãos (não sou daqueles que elegem aquele concurso e se não for ele, o resto não serve). Pergunta : vc optaria por sacrificar a convivência com as pessoas que ama (especialmente sua filha pequena, numa fase em que vc quer acompanhar seu crescimento) em prol de um concurso pra uma região mais distante ou arriscaria para estados próximos mesmo? Sei que é algo pessoal, mas qualquer opinião já vale a pena. Obrigado, amigo. Sucesso !!!

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards