A prova de fogo

Sempre se fala na tal prova de fogo. Sempre se fala nos desafios mais agigantados. Eu sempre me perguntei se as provas de fogo são coisas que nos aparecem ou coisas que nós internamente criamos para nos impedir de chegar aonde queremos. Antes de explicar o que estou falando, vou contar uma história. Nos EUA, um médico pegou um grupo de alunos e dividiu em dois grupos. No primeiro grupo ele deu um barbitúrico, que é um relaxante e para o outro, ele deu um anfetamínico que é um excitante. O detalhe é que aos grupos foi dito que o medicamento ingerido era o oposto, ou seja, eles acharam que estavam tomando o remédio que foi dito que eles estavam tomando, mas na verdade ele havia trocado nos dois grupos. Para o pesquisador isso a princípio causava nos grupos a sensação legítima de esperar por um efeito, um resultado. Sabe o que aconteceu? Metade dos dois grupos sentiram o efeito oposto ao remédio. Isso prova que o pensamento gera reações poderosas no corpo a ponto de não somente anular o efeito do medicamento, mas criar um efeito que sua mente espera ter. Incrível não?

Contei essa história para falar de um conceito citado pelo psicólogo Robert Dilts, especialista em pnl, que o terrorista interno. Todos temos um Bin Laden interior. Todos temos um terrorista que nos impede de chegar onde queremos. Por exemplo, eu tenho uma cliente que quer muito um namorado. Mas ela também quer liberdade. E há uma crença criada por ela que se ela tiver alguém totalmente para ela, ela perderia sua liberdade. Então ela sabotava suas opções ou se envolvia com homens casados. O mais interessante é que ela faz um esforço imenso para alcançar o amor da vida dela ao mesmo tempo que se esforça também imensamente para se livrar dele.

Pense um pouco sobre sua rotina como concurseiro e como você lida com os concursos. Verifique fazendo uma reflexão profunda se não há terroristas internos. Converse com seu analista, terapeuta ou coach sobre essa possibilidade e investigue a fundo, porque se você está falhando, a solução também está dentro de você.

Resumo da ópera - Lembrem-se sempre que provas de fogo podem 99% das vezes ser criadas por nós mesmos.

Sucesso!

Eric Gerhard

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———

1 Response to "A prova de fogo"

  1. João says:

    q blog bacana..conheci por acaso mas achei muito legal a forma como você treta esse "período" estressante mas ao mesmo tempo gratificante de concurseiro. Parabéns pelo blog!!!

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards