Não acredite em tudo o que dizem

Ufa, gente, finalmente o Blogger meio que liberou o painel de controle do Concurseiro Solitário para novas postagens. De vez em quando esse servidor dá uns paus e bloqueia a postagem de novos artigos. Dessa vez foi por conta de um falso alerta do sistema de proteção de spam deles de que esse blog publicava conteúdo do tipo. Tive de entrar com um pedido de análise de conteúdo do blog para que a sinalização fosse removida. Ela ainda não foi removida, mas resolvi tentar publicar um artigo hoje e deu certo.

Hoje quero falar com vocês de um assunto que incomoda muita gente. Sempre depois de algum concurso público com grande número de candidatos, surgem em comunidades e fóruns de concursos aqueles famosos rankings extraoficiais de notas. Com o gabarito preliminar nas mãos, os candidatos fazem as contas de quanto pontuaram no concurso e vão organizando listas dessas notas, até alguns cursinhos disponibilizam páginas de rankings com cálculo automático de notas e tal.

Não há problema em si nesses rankings, o problema, para variar, está nos concurseiros, mais exatamente na falta de honestidade de muitos concurseiros que por algum motivo estranho resolvem alardear uma pontuação que não é a verdadeira pontuação que atingiram no concurso. Daí que a grande maioria desses rankings extraoficiais são furados, não espelhando a realidade das notas obtidas pelos candidatos nos concursos.

Um bom exemplo disso está acontecendo justamente agora com o concurso do Ministério da Fazenda. Esse concurso, organizado pela ESAF, já deu o que falar por conta da prova ter sido um tanto heterodoxa para os padrões da banca, que pegou de surpresa uma pancada de concurseiros e, também, de professores de cursinhos. São diversos os rankings extraoficiais desse concurso e na maioria vê-se que há pontuações claramente, digamos, maquiadas. Em uma prova pouco usual como foi a desse concurso, são poucos, muito poucos, contando-se nos dedos das mãos, os candidatos que a gabaritam. Pois bem, nesses rankings os “gabaritadores” são contados às dezenas, o que, claramente, não condiz com a realidade.

Voltemos às motivações que levam concurseiros a incluírem notas irreais nesses rankings. São diversos os motivos explicativos para esse tipo de ação. Vejamos apenas três dentre os vários.

Erro no cálculo de nota – Muita gente simplesmente erra na hora de calcular a nota alcançada na prova, ainda mais quando há sistema de pesos. Parece mentira, mas não é, e acontece muito mais do que se imagina. O cara não lê direito o edital e/ou não entende as regras de pontuação na prova, faz um cálculo esdrúxulo e quando vê está com uma bela nota, essa longe de ser a real pontuação do candidato.

Achômetro – Muita gente não fica até o final da prova para levar o caderno de provas ou cópia da folha de respostas, seja por preguiça ou ansiedade. Então o cara chega em casa, na base do “acho que marque B aqui” monta sua folha de respostas e então calcula sua pontuação. Claro que na base do achômetro se marca muito mais acertos do que se marco na folha de respostas entregue para a banca organizadora do concurso.

Negação – E tem muito mais gente que, simplesmente, se nega a aceitar que foi mal em um concurso, que fez uma pontuação muito baixa ou insuficiente para dar alguma esperança de nomeação e então, simplesmente, mente na pontuação que fez. Isso acontece com muita freqüência, daí nesses rankings fajutos haver tantos “gabaritadores”, que desaparecem quando são divulgadas as listas finais de classificados.

Resumo da ópera – Eu não perco meu tempo com esses rankings extraoficiais fajutos e acredito que nenhum concurseiro sério deva também perder seu tempo. A lista final de classificados será divulgada no tempo certo e se você foi bem receberá seu prêmio, então por que ficar se martirizando com rankings fajutos que o fazem acreditar que tem pontuação menos confortável do que realmente tem?! Bobagem. Vá estudar que você ganha mais, meu amigo, e deixe os rankings fajutos para os falsos concurseiros se sentirem um pouquinho melhor por algum tempo, porque quando a realidade da lista oficial de classificação chegar, a pancada será forte para eles.

Charles Dias é o Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.



2 Response to "Não acredite em tudo o que dizem"

  1. Obestinado says:

    Chrales, venho acompanhando o seu Blog há algumas semanas e você é um dos poucos caras honestos e conscientes neste ramo dos concurseiros. Tem muita gente contando vantagem,vaidades,indução ao erro : seja por má-fé (querendo minar o ânimo de quem acredita que a para é dura, mas que há chances reais de conseguir) E pior são aqueles que estão vendendo uma passagem para o céu como se fosse perto (mercadores de ilusão), ou aqueles que pregam que apenas com motivação e o pensamento positivo (mas comprando o seu material), o cara pode conseguir. A parada é dura, os momentos de insegurança e medo surgem. As previsões de realização daquele concurso principal são muitas vezes truncadas ou adiadas. As pressões (engraçado que só vc tocou neste assunto até agora) de quem quer algo imediato (família, pais, amigos) é constante. As próprias cobranças são estressantes e toda uma estrutura emocional e de estudos tem de ser construída do zero (pois concurso é algo para médio e longo prazo e na nossa cultura não há o planejamento, as pessoas são imediatistas). Todo este lado realista, que os cursinhos, os chutadores de bizú e os mercadores de motivação não ousam abordar, você analisa com clareza. Cara, vc está de parabéns por apontar as reais regras do jogo, pois ao lidarmos com a realidade e ainda sim acreditarmos, com certeza conseguiremos chegar ao tão sonhado cargo público. Abração irmão ! Continue assim...

    realmente tem mutia gente gabaritando

    estranho mesmo, mas vamos esperar até o final.

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards