O bom e velho método de estudar

"O processo de aprendizagem pode ser definido de forma sintética como o modo como os seres adquirem novos conhecimentos, desenvolvem competências e mudam o comportamento. Contudo, a complexidade desse processo dificilmente pode ser explicada apenas através de recortes do todo." (Fonte: Wikipedia)

Sim, meus amigos, aprender é algo complexo, ainda mais para concurseiros. Inclusive, dias atrás estava conversando sobre isso com um amigo ex-concurseiro, hoje servidor público de um tribunal federal.

Geralmente, a maioria dos concurseiros já está longe das carteiras da escola faz alguns anos, seja escola secundária ou faculdade. Claro que todos aprendemos várias coisas todos os dias, aprendemos lendo jornais, aprendemos trabalhando, aprendemos lidando com outras pessoas, mas isso não é o aprendizado tradicional de estudar em livros e fazer exercícios. Tudo bem que também aprendemos assim quando fazemos algum curso, seja para nós mesmos (curso de idiomas) ou por conta do trabalho, mas é algo isolado e de menor dimensão.

Então um belo dia, decidimos encarar a guerra dos concursos públicos e saímos do tradicional "oito" para o "oitenta". Partimos do leve e tranquilo "aprender algo novo a cada dia" para o "ter de aprender um monte de matérias complexas até então desconhecidas e alguns meses".

Claro que hoje contamos com métodos modernos de aprendizado. Temos video-aulas, temos mapas mentais, temos audiolivros e por aí vai, mas no final das contas, pelo menos 90% do aprendizado para concursos públicos continua sendo baseado no velho e bom método de estudo do "ler, reler, ler novamente, fazer exercícios, ler, fazer mais exercícios, reler, fazer todos os exercícios novamente ... repetir tudo".

Não se enganem, meus amigos, estudar para concursos é antes de tudo repetição ... repetição da leitura ... repetição de resumir a matéria ... repetição de fazer exercícios. É repetir, repetir e repetir até fixar tudo na memória e estar pronto para ir bem em qualquer prova de concurso público. Esse método é cansativo, chato muitas vezes, mas compravadamente efetivo e acessível a qualquer pessoa.

Claro que método alternativos e modernos de estudo são válidos, têm seu valor e devem ser usados sempre que possível, mas não substituem totalmente o bom e velho método do estudo por repetição, são apenas seus auxiliares no aprendizado.

Claro que a quantidade de estudo necessário para que o concurseiro tenha chances reais de vitória na guerra dos concursos públicos assusta muita gente, não poderia deixar de ser de outro modo, mas o medo não deve impedir que você "agarre esse boi pelo chifre" e encare os estudos com muita seriedade. Como disse, estudar como se deve para concursos públicos pelo bom e velho método da repetição é cansativo, chato muitas vezes, mas é também comprovadamente efetivo e qualquer pessoa pode usá-lo, pois não requer prática nem tampouco habilidade.

Resumo da ópera - Estudar para concursos demanda tempo, muita atenção, compromentimento e, principalmente, dedicação. Realmente, não é fácil passar dias, semanas, meses, anos debruçados sobre os livros repetindo e repetindo o estudo das matérias exigidas em concursos públicos, mas é necessário para quem quer passar e se feito como se deve, muito eficiente em termos de fixação do que está sendo estudado. Portanto, meus amigos, estudem com qualidade e seriedade, o aprendizado será decorrência desse processo.

Charles Dias é o Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———
Concurseiros, achei no YouTube a matéria sobre concursos públicos que foi ao ar no Fantástico nesse domingo e no qual eu e o blog aparecemos. Agora fica mais fácil de vocês (re)assistirem.

Aproveito para pedir para quem enviou emails para o blog que tenham um pouquinho de paciência, responderei a todos ao longo da semana, é que o volume de emails aumentou muito enquanto meu tempo livre continua o mesmo ... hehehe ... mas dou conta de tudo.


———«»———«»———«»———
———«»———«»———«»———

Amigos concurseiros, essa é a lista dos últimos livros que tenho em duplicata para vender. Todos excelentes títulos que podem, tranquilamente, serem usados para estudar para o concurso do Banco Central. Se você estiver interessado em comprar algum deles, por favor me envie um email para concurseirosolitario@gmail.com

MANUAL DE CONTABILIDADE DAS SOCIEDADES POR AÇÕES (APLICÁVEL ÀS DEMAIS SOCIEDADES) - Sérgio Iudicibus, Eliseu Martins e Ernesto Gelbcke - Editora Atlas / FIPECAFI - 6a Edição - Usado em excelente estado - Vendo por R$80 com frete grátis (novo custa R$148 + frete)

RACIOCÍNIO LÓGICO PARA CONCURSOS: Você consegue aprender - Teoria e Questões - Enrique Rocha- Série Provas e Concursos da Editora Campus - Novinho, sem uso - Vendo por R$45 com frete grátis (Novo custa R$54,50 + frete)

RESUMO DE DIREITO ADMINISTRATIVO - Teoria Resumida - Gustavo Barchet - Série Provas e Concursos da Editora Campus - Novinho, sem uso - Vendo por R$55 com frete grátis (Novo custa R$65 + frete)

ECONOMIA PARA CONCURSOS – Marlos Vargas Ferreira - Série Provas e Concursos da Editora Campus - Novinho, sem uso - Vendo por R$40 com frete grátis (Novo custa R$52 + frete)

2 Response to "O bom e velho método de estudar"

  1. Thá says:

    Olá! adorei a entrevista!

    Nadja says:

    Seu site eh otimo para nos, concurseiros. Tb estou nessa batalha. virei aki tds os dias para trocarmos ideias! Abraços! Nadja

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards