Estudar sem concursos previsto

Eu vi um artigo com este titulo neste blog, é uma realidade que venho enfrentando há uns 02 anos. No meu caso, estou ainda cursando a graduação em Direito, o concurso para o qual estudo, ou quero estudar é o MPF.

Contudo, antes de entrar de cabeça nas matérias que caem no MPF, tenho que me preocupar para ser aprovado no Exame da OAB, o qual aqui no meu Estado (MS), teve uma aprovação somente de 16% dos bacharéis inscritos. Preciso passar na OAB, porque para assumir qualquer cargo no Ministério Público ou Magistratura (maioria dos cargos na área jurídica, com várias exceções) exige-se 03 anos de prática jurídica após a conclusão do curso (eu preciso advogar três anos).

Então, no momento só estou estudando as matérias que caem no Exame da OAB. A parte interessante é que muitas das matérias que caem na OAB caem também no MPF. Daí, eu já aproveito para estudar para as duas provas (isso me motiva). No entanto, não estudo todas as matérias que caem na OAB, já que algumas delas não caem para o MPF, como por exemplo Direito do Trabalho e Processo do Trabalho.

Além de eu cursar a faculdade no período noturno, faço estágio durante o dia inteiro (08:00 – 11:00, 13:00 – 17:00) num escritório de advocacia. Com isso, o meu tempo é bem exíguo para me dedicar aos estudos. Costumo estudar nos finais de semana, 1 hora na hora do almoço, 1 hora depois do estágio e antes da aula da faculdade e 1 hora antes de dormir, portanto 3h líquidas por dia. Com isso, mesmo que de forma devagar estou continuando nos estudos, atrás do meu projeto de vida.

Já fiz alguns cronogramas de estudo na planilha do Excel, com estudo programado de duas matérias por dia, mas não consegue seguir a risca, então mudei minha estratégia, estudo uma matéria por dia, e caso não consiga estudar muito a matéria reservo o dia seguinte também para a mesma matéria. Fiz uma seqüência de matérias que devem ser estudadas (Constitucional, Administrativo, Penal, Processo Penal, Comercial, Civil, Processo Civil, Ética, Consumidor, Tributário, Eca), faço exercício (questões da OAB) das últimas 07 provas para treinar (quem não treina não ganha jogo), e saber se tenho possibilidade de passar na OAB, afinal estou no 5º ano (10 semestre) do curso, e vou fazer o exame da OAB no final do ano, ou logo no começo do ano.

Se eu passar na OAB na primeira (vou fazer até passar não importa quanto), será no “mínimo” mais três anos de estudos longos, até concluir o três anos de atividade jurídica e estar preparado para passar no MPF.

A privação, a falta de baladas, mulheradas me faz falta. Mas, consigo superar esse momento de dureza, afinal escolhi um curso que se você não se dedicar para valer vai colocar o diploma na parede e não vai ter o que fazer.

Entro nesse blog quase todos os dias, para me motivar, ouvir conselhos e dicas de outros concurseiros. AGRADEÇO A TODOS VOCÊS, e hoje estou tentando dar minha colaboração, contando um pouco da minha experiência como concurseiro solitário.

Concurseiro Aldo Kawamura

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

2 Response to "Estudar sem concursos previsto"

  1. Aldo, vc é uma pessoa muito esforçada!
    Fazer o que vc faz (estágio e faculdade) e ainda estudar 3 horas por dia é coisa para quem é muito dedicado! Parabéns!
    Provavelmente, vc passará na OAB logo na 1ª e será acima dos 60 pontos.

    Além dessa sua rotina, vc tem que estudar para as provas da sua facu, né?!
    Parabéns, Cara! FAzer isso sem concurso marcado não é para qualquer um!


    Eu tenho dia inteiro para estudar, mas, muitas vezes, não estudo nem metade do que vc estuda! Tbm estou cagando e andando, tbm!

    Pessoas esforçadas como vc me motivam! E me envergonham, tbm! Com certeza, posso estudar mais do que as 3 horas que vc estuda.
    Tbm faço facu, mas tbm estou cagando pra ela! Então é mais um motivo que tenho para estudar mais, já que não estudo pra facu!

    Eu prefiro atuar como voluntário, auxiliando uma pessoa aqui ou ali, em gramática, matemática ou até mesmo psicologicamente, tudo de acordo com minhas possiblidades.
    Como eu qse passei em Medicina e conheci muita gente (que passou ou que desistiu), então como dar certos auxílios... E eu acho que a minha vida seja mais gratificante como voluntário do que trabalhar por pouco ou qualquer qualquer outro curso que não seja Medicina.
    Mas tenho que ganhar a vida tbm e, sem experiência, o jeito é brigar por um concurso médio federal. Isso está dentro das minhas possiblidades, mas não é minha prioridade. Tenho que colocar um cargo público em 1º plano, porque meu está já está para se aposentar,ai tenho que ajudar nas contas da casa.

    Para mim, tanto faz trabalhar catando papelão ou num órgão público para ganhar 4 conto, pois o dinheiro não me é interessante.
    Mas eu devo estar muito acostumado com pouco, por isso que...

    Entretanto é melhor eu ser bem-sucedido em um concurso, porque só assim poderei incentivar mais a pessoas, cumprindo o meu papel social.



    Valeu pelo exemplo!
    Vou lutar para ser um também!


    Quanto às baladas, depois que vc estiver no MPF, vc abre uma pra vc!
    Quanto às mulheres, brigarão por vc!rs


    Seus estudos vão te render muito dinheiro, mas também diversas mulheres!

    Só no lucro, mano!
    Até mais!

    Camisa 9 says:

    Parabéns pela dedicação e por nos dar seu tempo fazendo este relato!
    Seu sucesso chegará no tempo devido e você mostra que merece!

    Bons estudos!

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards