O que é o Twitcam Tira-Dúvidas do Concurseiro Solitário?

Uma das melhores funcionalidades do famoso Twitter é a possibilidade de fazer apresentações ao vivo utilizando a webcam do computador, que são os TWITCAM.

Os Twitcam Tira-Dúvidas do Concurseiro Solitário são oportunidades que os leitores do blog têm de tirar suas dúvidas sobre concursos públicos ao vivo com os colunistas do blog, bastando que para isso tenham uma conta no Twitter (é grátis) e que esteja conectado na Internet no dia e horário da apresentação.

Como é uma apresentação ao vivo, as dúvidas apresentadas pelos leitores são respondidas "na lata" e a interação dos colunistas com quem assiste é muito grande.

Fique de olho no blog para saber em que dia e horário será apresentado o próximo Twitcam Tira-Dúvidas do Concurseiro Solitário.

Notícias do blog

2o Concurso de redações

E acabou ontem o prazo de envio de textos para o 2o Concurso de Redações do Concurseiro Solitário. Confessamos que ficamos um tanto decepcionados no começo de janeiro com o baixo número de inscrições, mas então os textos foram começando a chegar e apesar de ainda não termos contabilizado o total recebido, já adiantamos que ficamos muito, mas muito satisfeitos mesmo com a participação.

Demos uma olhadinha por cima nos textos enviados e lemos muitas coisas interessantes. A decisão dos ganhadores não será fácil.

Chegou, então, a hora de anunciar uma grande novidade. Os textos ganhadores serão divulgados não aqui no blog, mas na 3a edição da Revista do Concurseiro Solitário, com todo o destaque!

Revista do Concurseiro Solitário

E falando da Revista do Concurseiro Solitário, é com muito prazer que anunciamos que a 2a edição já foi baixada mais de 9.000 vezes! Isso mesmo, estamos perto da marca de uma dezena de milhar de downloads com menos de um mês de lançamento dessa edição.

Também não poderia ser diferente, a Revista do Concurseiro Solitário é a única revista digital totalmente gratuíta feita por concurseiros para concurseiros do Brasil, contando com conteúdo diferenciado, entrevistas, análises e muito mais.

Se você ainda não baixou seu exemplar digital gratuitamente, faça-o agora mesmo, o link está na coluna da direita do blog, juntamente com o link para a primeira edição, também gratuíta.

Novo lançamento editorial

Após o lançamento do Guia de Preparação do Concurseiro Solitário de Charles Dias pela Editora Elsevier Campus, que vem surpreendendo pela ótima vendagem tanto online quanto em livrarias, temos uma novidade excelente.

Semana passada TODA a equipe do blog fechou contrato também com a Editora Elsevier Campus para a publicação de um livro escrito em conjunto que, temos toda certeza, abalará o mercado editorial voltado para concursos públicos tanto por conta do ineditismo da proposta e forma de abordagem, quanto pelo quanto irá de encontro com a necessidades de concurseiros por todo o Brasil.

O livro já está em processo de revisão e tem lançamento previsto para após Março, após o Carnaval. Por enquanto ainda não podemos divulgar detalhes sobre a obra, mas acreditem, você não vai querer não ler esse novo livro.

Volta das resenhas de livros

Essa semana retornamos com as resenhas de livros específicos para estudo para concursos públicos aqui no blog, atendendo aos vários pedidos que recebemso de leitores que querem se orientarem antes de decidirem pela compra do melhor material de estudo.

Temos várias ótimas resenhas preparadas que serão publicadas a partir de amanhã, entre uma e duas semanalmente como de costume.

Novidades no blog

Estamos fechando com os parceiros do blog apoio para implementar algumas novidades muito interessantes no blog que, temos certeza, vocês irão adorar. Essas mudanças permitirão que ofereçamos ainda mais textos, análises e resenhas para que você possa estudar mais e melhor para concursos públicos, o que é nosso objetivo final.

Camisetas do blog

A escolha da venda de camisetas do blog ser feita pelo Mercado Livre foi muito bem recebida pelos nossos leitores. Esse canal permite a escolha, pedido e pagamento de forma muito mais fácil e prática. O pagamento não precisa mais ser feito por depósito bancário, pois agora o mesmo pode ser feito por boleto bancário, cartão de crédito (inclusive parcelado) e compra segura pelo Mercado Pago (você paga antes de receber o produto, mas somente libera o pagamento após o ter em mãos).

Se você ainda não adquiriu sua camiseta, faça-o hoje mesmo e ajude na manutenção do Concurseiro Solitário.

Equipe do Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


———«»———«»———«»———


Concurso para iniciantes

Dia desses, um leitor chamado Marcello veio mandar mensagem no orkut e pelo shoutbox. Ele se dizia desesperado porque queria começar a estudar para concursos. Eu indiquei a ele nossos artigos antigos, pois nós temos diversos bons que tratam do assunto. Há boas entrevistas e depoimentos de aprovados. Por isso, repetir o que já escrevemos cansa os leitores.

Contudo, vou reforçar alguns pontos importantes para todo concurseiro que deseja se inserir nesse novo projeto de vida.

Tenha em mente que esse é um projeto de longo prazo e que vai exigir de você muita força de vontade para continuar, mesmo quando estiver triste ou cansado.

O próximo passo é escolher uma carreira ou um tipo de concurso para realizar. Em outras palavras, trata-se de escolher entre a área policial, fiscal, jurídica ou concursos de tribunais etc. Você precisa ter foco para poder se preparar adequadamente.

Outro mantra que sempre repetimos é o de investir bastante em si mesmo. Não seja pão duro e não estude com material de origem duvidosa da internet. Tampouco use aqueles que ferem direitos autorais. Afinal, você estará lesando o autor e inviabilizará a continuidade dos trabalhos desses profissionais.

Uma das coisas mais importantes é fazer um planejamento de estudos. Sem ter um plano, sem saber onde se vai chegar e como alcançar o objetivo, não se vai a lugar algum. É preciso ter um calendário e fazer de forma bastante realista. Esse, inclusive, foi o tema dos diversos artigos e do workshop que o Charles organizou. Vale a pena conferir isso nos arquivos do blog também.

Se você escolheu alguns concursos de tribunais, vale a pena já começar a estudar Direito Constitucional, Direito Administrativo, Informática, Português. Caso decida por outra área, seria interessante verificar quais são as matérias básicas e comuns a todos os certames desse setor.

Caso decida fazer um curso preparatório, que ressaltamos não ser essencial para ser aprovado, mas uma bela ajuda, não leve dúvidas para casa. Procure sempre estudar, levar as dúvidas do estudo caseiro para a aula. Aproveite essa ferramenta ao máximo!Assim, você sente que começou a aprender de verdade.

Aconselho a estudar por bons livros, fazer resumos e/ou mapas mentais. Procure sempre rever a matéria para estar sempre com ela fresca na cabeça. Essa é a grande dica que os concurseiros experientes nos dão e que passamos adiante.

Quando estiver com a matéria mais sedimentada, procure resolver muitas questões de concursos. Eles são uma maneira excelente de fazer revisão e ainda ficar esperto com as pegadinhas de concurso.

Resumo da Ópera – Esse blog tenta atender a todos, vocês já devem ter observado isso. Peço, em nome de todos os colunistas, desculpas se demoramos um pouco. É porque somos concurseiros como vocês e temos que nos dividir em mil! (risos) São muitas atividades e e-mails para responder. Não queremos que vocês parem de escrever para nós. Continuem, pois nós adoramos receber o retorno dos nossos queridos leitores.

Raquel Monteiro é uma legítima concurseira carioca.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


———«»———«»———«»———

As inscrições ACABAM nesse DOMINGO!


Agora que acabou a bagunça das festas de final de ano, porque você não começa o ano de estudos sérios para concursos públicos com o pé direito escrevendo uma bela redação para participar do 2o Concurso de Redações do Concurseiro Solitário?

Para participar desse concurso basta seguir três regras muito simples:

1 - Basta nos enviar uma redação de 50 (cinquenta) linhas sobre concursos públicos em formato Microsoft Word, na qual você pode falar sobre experiências pessoais, motivação, técnicas de estudo, enfim, sendo sobre concursos públicos e interessante, está valendo;

2 - Cada leitor poderá inscrever apenas 01 (uma) redação;

3 - Os leitores participantes desse concurso concordam que suas redações possam ser publicados pelo blog na íntegra a qualquer momento sem nenhum ônus.

E quais são os prêmios? Acreditem, são muitos. Temos pastas de couro, mochilas, camisetas, livros e muito mais. Os ganhadores, com certeza, ficarão muito satisfeitos. Inclusive, cada um dos ganhadores do concurso receberão também 01 (um) exemplar do livro "Guia de Preparação do Concurseiro Solitário" de Charles Dias, criador e editor do blog Concurseiro Solitário.

Não deixe de participar desse novo concurso. Treine sua redação e nos envie um belo texto para concorrer a um pacotão de prêmios!

ATENÇÃO - A data limite para envio das redações é 31/01/2011. e elas devem ser enviadas para o email:


CONCURSEIROSOLITARIO@GMAIL.COM

———«»———«»———«»———




Feedback Concurseiro

O conceito de feedback na Administração é o “retorno de informação”, ou seja, é a devolução das informações referentes a um projeto levado a efeito, com as eventuais impressões de sua concretização.

Com o final do ano chegando (e não estou dizendo que já podemos deixar de estudar, pessoal!) é imprescindível que realizemos um feedback de 2010, voltado, exclusivamente, para nossa vida de estudos.

Isso porque precisamos reconhecer, no ano que passou, as falhas levadas a efeito em nosso cronograma de estudos, o que podemos melhorar em relação à nossa rotina, em nosso trabalho/estágios/pós-graduação, quais qualidades que já tenho que são passíveis de serem melhoradas e utilizadas no meu processo de aprendizagem, e o que me atrapalhou e que devo excluir de minha vida.

Passar pelo ano sem observar esses detalhes nos torna menos capazes de nos melhorar, e a vencer nosso único concorrente, então, aqui vão algumas dicas:

1. Comece listando tudo aquilo que foi relevante para você nesse ano. De bom e de ruim. Tudo que te marcou no universo dos concursos de alguma forma. Seja um concurso bacana que foi aberto, uma nota de corte que você alcançou, uma nota de redação baixa que te marcou, etc.

2. Tente justificar os acontecimentos ocorridos. Se for algo que realmente não sofreu influência de suas atitudes, deixe de lado, pois se trata do imponderável (como o erro de correção de certas Bancas Examinadoras, por exemplo), mas na medida do possível, procure encontrar qual foi sua influência nos acontecimentos relevantes citados.

3. Pratique sua criticidade. Justificar os acontecimentos não significa se encher de culpa, mas apenas procurar os detalhes das suas atitudes que podem e devem ser mudados para alcançar a otimização de seus estudos. Por exemplo: Uma nota baixa em redação, cujo espelho de prova demonstra que você fugiu do tema, não significa falta de conhecimento acerca da matéria, mas sim que é preciso treinar sua objetividade e clareza na exposição da temática.

4. Em relação às qualidades positivas se diga o mesmo (!). Se restou auferido que bons acontecimentos foram fruto de boas atitudes, pondere. Como assim? Mantenha as mesmas atitudes, para que, com humildade, possa continuar resultando em bons frutos. Não deixe de estudar uma matéria só porque foi bem nela.

5. Coloque em prática as mudanças a que se propôs. Nada melhor do que começar o ano consciente dos acontecimentos, e com o firme propósito de melhorar!

RESUMO DA ÓPERA - Faça um favor para você mesmo e sua luta na guerra dos concursos públicos, pratique o feedback e seja muito honesto quando fizer isso.

Paula Oliveira é concurseira por vocação.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


———«»———«»———«»———

Amanhã é o ÚLTIMO dia para enviar sua redação!


Agora que acabou a bagunça das festas de final de ano, porque você não começa o ano de estudos sérios para concursos públicos com o pé direito escrevendo uma bela redação para participar do 2o Concurso de Redações do Concurseiro Solitário?

Para participar desse concurso basta seguir três regras muito simples:

1 - Basta nos enviar uma redação de 50 (cinquenta) linhas sobre concursos públicos em formato Microsoft Word, na qual você pode falar sobre experiências pessoais, motivação, técnicas de estudo, enfim, sendo sobre concursos públicos e interessante, está valendo;

2 - Cada leitor poderá inscrever apenas 01 (uma) redação;

3 - Os leitores participantes desse concurso concordam que suas redações possam ser publicados pelo blog na íntegra a qualquer momento sem nenhum ônus.

E quais são os prêmios? Acreditem, são muitos. Temos pastas de couro, mochilas, camisetas, livros e muito mais. Os ganhadores, com certeza, ficarão muito satisfeitos. Inclusive, cada um dos ganhadores do concurso receberão também 01 (um) exemplar do livro "Guia de Preparação do Concurseiro Solitário" de Charles Dias, criador e editor do blog Concurseiro Solitário.

Não deixe de participar desse novo concurso. Treine sua redação e nos envie um belo texto para concorrer a um pacotão de prêmios!

ATENÇÃO - A data limite para envio das redações é 31/01/2011. e elas devem ser enviadas para o email:


CONCURSEIROSOLITARIO@GMAIL.COM

———«»———«»———«»———



Quando a aprovação demora demais

Eis a mensagem que a leitora Marcela deixou para mim no orkut:

“Gostaria de pedir um artigo sobre "quando a aprovação demora demais"
Porque uma coisa é ter ânimo e boa vontade nos primeiros anos de estudo exclusivo. Com o tempo, entretanto, a nossa auto estima começa a diminuir e a incerteza sobre a aprovação torna-se uma realidade. O que fazer? Como lutar contra a realidade de tantas reprovações? Marcela”

Marcela, seu tema é apropriado não só a você, mas a todos os nossos leitores.

Antes de qualquer coisa, lembremos que eu e o Cleber somos concurseiros para lá de veteranos. Temos muitos e muitos anos de estudos nas costas. Precisamos nos inventar e nos reinventar constantemente para nos adaptarmos ao que os concursos querem de nós.

Bem, a resposta a tantos questionamentos não será brilhante. Tampouco será mágica ou mirabolante. Afinal, somos humanos e sofremos também, às vezes. Contudo, o que nos faz não desistir e continuar lutando contra todas as adversidades é a vontade de vencer.

Claro que conhecer alguém que tenha sido aprovado e conversar para conhecer algumas dicas preciosas ajuda muito. Entretanto, a grande força habita dentro de nós. Isso porque, para aplicar esses valiosos conhecimentos adquiridos, eu vou precisar ser forte para continuar.

Não é à toa que as pessoas que já foram aprovadas em concursos dizem que o seu grande diferencial foi a persistência. Não é uma palavra vazia, mas totalmente verdadeira. É natural deixar de acreditar em si quando as coisas demoram a apresentar resultados palpáveis. Muito normal, pois é da natureza humana mudar de ideia quando algo está dando errado.

Ocorre que, particularmente, no universo dos concursos a dinâmica é diferente. Você precisa acreditar que, mesmo quando aquilo que faz apenas aparenta não ter resultado, dentro de si alguma coisa está mudando. O processo é lento e gradual. Quando você percebe que algo mudou internamente, aí as transformações já estão se fazendo aparecer de forma muito ostensiva.

Por isso, devemos ter muito amor pelo objetivo a conquistar e muita, mas muita resiliência. Continuar estudando, procurar sempre sanar as dificuldades e deficiências no processo de aprendizagem e de memorização. Falo em amor porque só esse sentimento é capaz de nos mover. Só isso nos motiva a continuar.

Resumo da Ópera – Pode ser que meu segredo para enfrentar as seguidas reprovações seja o amor pelo meu objetivo.

Raquel Monteiro é uma legítima concurseira carioca.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


———«»———«»———«»———

Faltam APENAS 1 dias para acabar o prazo!


Agora que acabou a bagunça das festas de final de ano, porque você não começa o ano de estudos sérios para concursos públicos com o pé direito escrevendo uma bela redação para participar do 2o Concurso de Redações do Concurseiro Solitário?

Para participar desse concurso basta seguir três regras muito simples:

1 - Basta nos enviar uma redação de 50 (cinquenta) linhas sobre concursos públicos em formato Microsoft Word, na qual você pode falar sobre experiências pessoais, motivação, técnicas de estudo, enfim, sendo sobre concursos públicos e interessante, está valendo;

2 - Cada leitor poderá inscrever apenas 01 (uma) redação;

3 - Os leitores participantes desse concurso concordam que suas redações possam ser publicados pelo blog na íntegra a qualquer momento sem nenhum ônus.

E quais são os prêmios? Acreditem, são muitos. Temos pastas de couro, mochilas, camisetas, livros e muito mais. Os ganhadores, com certeza, ficarão muito satisfeitos. Inclusive, cada um dos ganhadores do concurso receberão também 01 (um) exemplar do livro "Guia de Preparação do Concurseiro Solitário" de Charles Dias, criador e editor do blog Concurseiro Solitário.

Não deixe de participar desse novo concurso. Treine sua redação e nos envie um belo texto para concorrer a um pacotão de prêmios!

ATENÇÃO - A data limite para envio das redações é 31/01/2011. e elas devem ser enviadas para o email:


CONCURSEIROSOLITARIO@GMAIL.COM

———«»———«»———«»———

Análise de edital: Diplomacia 2011

Hoje, analisaremos o edital do CACD (Concurso de Admissão à Carreira Diplomática) 2011. Ao ser aprovado no certame, o candidato ingressará na hierarquia do Ministério das Relações Exteriores como Terceiro Secretário, o cargo inicial da carreira diplomática no Brasil. Antes de qualquer coisa, vamos fazer um pequeno exercício de entendimento de alguns termos que aparecem quando falamos da diplomacia nacional, e que podem causar algum desencontro (perfeitamente compreensível) aos novatos.

Ministério das Relações Exteriores (MRE) ou Itamaraty?

Os dois termos são apenas nomes diferentes para o mesmo órgão. A denominação “Itamaraty”, utilizada para se referir ao nosso MRE, tem origem histórica. Em 1899, a sede do Ministério das Relações Exteriores foi instalada no Palácio do Itamaraty, no Centro do Rio de Janeiro. O prédio ganhara este nome por ter sido construído pelo Conde de Itamaraty. De tanto se referirem ao local como Itamaraty ao longo dos 70 anos em que lá esteve instalado o MRE, o órgão passou a ser conhecido por este nome. Em 1970, a estrutura foi transferida para Brasília, mas o belíssimo palácio histórico do Rio de Janeiro continua aberto e em funcionamento. Vale a visita!

E o Instituto Rio Branco (IRBr)?

O Instituto Rio Branco é a nossa escola diplomática. Na estrutura do Itamaraty, é o órgão responsável pelo treinamento e aperfeiçoamento dos diplomatas brasileiros ao longo de suas vidas funcionais. Um diplomata recém-aprovado no concurso passará os dois primeiros anos de sua carreira, necessariamente, no IRBr, fazendo o Curso de Formação em nível de Mestrado profissional em Diplomacia. É por isso que, muitas vezes, fala-se em fazer concurso para o Rio Branco, já que a passagem pelo IRBr é parte obrigatória do processo. Para ascender profissionalmente, o diplomata terá de voltar às carteiras do Instituto Rio Branco em outros momentos de sua carreira. Podemos perceber, assim, que a atividade diplomática tangencia a vida acadêmica em todos os momentos. Para saber mais sobre o IRBr, este é o site oficial: http://www.institutoriobranco.mre.gov.br

Cônsul, secretário, embaixador, ministro, chanceler... que confusão!

Sim, são muitas as nomenclaturas, e nem sempre entendê-las é uma tarefa fácil. Se fôssemos explicar tudo, tim tim por tim tim, um artigo seria pouco... então vamos ao mais importante!

Na estrutura do Ministério das Relações Exteriores, há três carreiras distintas: Diplomata, Oficial de Chancelaria e Assistente de Chancelaria. A carreira principal é a diplomática, enquanto as duas outras, respectivamente de nível superior e médio, são de caráter mais administrativo que político, e têm como finalidade dar suporte aos profissionais que conduzem a atividade-fim do ministério.

Assim como qualquer outro órgão da Administração Pública, no Itamaraty também existem cargos e funções. Para entender melhor a estrutura das carreiras, sugiro uma visita ao site oficial: www.mre.gov.br.

Que nem Carnaval...

Assim como os festejos de Momo, o CACD acontece anualmente, sem falta! O edital quase sempre sai nos primeiros meses do ano, o que possibilita uma melhor organização dos estudos.

Resolvidas as questões gerais, vamos ao edital!

Nos últimos 10 anos, o concurso para diplomata teve diversas alterações importantes. A primeira, e provavelmente a mais importante delas, foi o fim das provas orais de Inglês e Português. Esta fase era realmente assustadora, e não eram poucas as pessoas que desistiam do concurso só de pensar em passar por esta pressão.

Outra grande mudança foi o aumento das vagas. Do número costumeiro, em torno de 20, fomos a mais de 100 vagas anuais entre 2005 e 2010. Em 2011, porém, voltou-se à média histórica: são oferecidas apenas 26 vagas (mais duas para PNEs). Isto deve causar, ao longo dos próximos anos, algumas mudanças na concorrência e no mercado que se formou em torno na preparação para candidatos ao Rio Branco. Para os candidatos, objetivamente, será necessário uma média bem alta para o ingresso, e por uma razão muito simples: com a abundância de vagas nos últimos anos, o interesse e o número de pessoas realmente competitivas aumentou exponencialmente. Para se ter uma idéia, passamos de uma realidade em que, de 25 vagas oferecidas, umas 5 ficavam ociosas por insuficiência de candidatos que atingissem a pontuação mínima, para outra, totalmente diferente: em 2008, foram mais de 130 classificados para 108 vagas! Trocando em miúdos: a fila está grande e só os mais fortes sobreviverão.

O concurso continua sendo organizado pelo CESPE e, pela primeira vez, as provas serão aplicadas em todas as capitais do país. O salário é de R$ 12.962,12, quase o mesmo de 2010. Pouco para tanta exigência? Talvez, mas se considerarmos que de 2003 para cá ele praticamente QUADRUPLICOU, não parece tão ruim...

A cereja do bolo do edital deste ano é a novidade da reserva de vagas para afrodescendentes. Na minha opinião, a forma adotada é interessante: durante a Primeira Fase do concurso, conhecida como TPS (Teste de Pré-Seleção), 30 vagas serão reservadas para candidatos que se auto-declararem afrodescendentes, em ordem de classificação. A partir da Segunda Fase, porém, as condições de concorrência são as mesmas. Como o TPS seleciona os 300 primeiros candidatos (incluídos empates), a reserva corresponde a 10% de selecionados na Primeira Fase. Manteve-se a competitividade nas fases em que a exigência é maior, ainda que se tente compensar, de alguma forma, as desigualdades históricas que se refletem no corpo diplomático brasileiro.

A estrutura das provas não sofreu alterações. Continuam sendo quatro fases:

a) Primeira Fase: Prova Objetiva, constituída de questões objetivas de Português, de História do Brasil, de História Mundial, de Geografia, de Política Internacional, de Inglês, de Noções de Economia e de Noções de Direito e Direito Internacional Público, de caráter eliminatório.

b) Segunda Fase: prova escrita de Português, de caráter eliminatório e classificatório.

c) Terceira Fase: provas escritas de História do Brasil, de Geografia, de Política Internacional, de Inglês, de Noções de Economia e de Noções de Direito e Direito Internacional Público, caráter eliminatório e classificatório.

d) Quarta Fase: provas escritas de Espanhol e de Francês, de caráter classificatório.

O número de questões de cada matéria na Primeira Fase, desta vez, veio discriminado no edital: das 65 questões objetivas, serão 13 de Português, 12 de Inglês, 11 de Política Internacional, 10 de História Mundial, 5 de Noções de Direito e Direito Internacional Público, 5 de Noções de Economia, 5 de História do Brasil e 4 de Geografia. As datas de aplicação das etapas são diferentes, e o candidato só faz a próxima fase se for aprovado na anterior. Acho isso ótimo: houve um tempo em que Primeira e Segunda Fases eram feitas simultaneamente, com a regra de que as provas da Segunda seriam corrigidas se houvesse aprovação na Primeira. A mim, parecia um processo confuso, que misturava momentos diferentes e complicava a vida do candidato.

No conteúdo exigido, a meu ver, não há alterações significativas. O que estranhei, pra ser bem franca, é que o Guia de Estudos deste ano não veio acompanhando da famigerada bibliografia básica. Isso não é exatamente um problema, já que nos guias anteriores temos essas informações, mas não deixa de ser esquisito. Vamos ter de esperar a prova para saber se existirão conseqüências reais...

Para estudar

Há dois anos, escrevi um artigo para o CS sobre o Rio Branco. Hoje, reproduzo aqui um trecho dele:

(..) Este concurso, considerado por muitos o mais difícil do Brasil, não é para amadores. Quem realmente quer a carreira sabe que serão necessários anos de estudo e dedicação carinhosa para conseguir a aprovação. Se você viu o edital e se interessou, mergulhe de cabeça na bibliografia, afie seu inglês e, principalmente, não tenha pressa. Cultive a paixão com a calma dos bons amantes, para que ela se transforme em amor; é desse amor que virá a vitória maior da aprovação. (...)

Então é isso: estudar, ano a ano, com a determinação daquela cabra que sobe devagarzinho a montanha pedregosa e escorregadia, pra achar o mais saboroso dos arbustos em seu cume...

Resumo da ópera - Leu o edital e o guia de estudos? Leia de novo! Leu de novo? Leia os dos anos anteriores! Leu? Gostou? Sentiu borboletas no estômago? Então, talvez, você seja um desses doidos que se jogam de cabeça na aventura de estudar obsessivamente até passar para o Rio Branco. Bem-vindo ao clube!

FLAVIA CRESPO é servidora pública federal e estuda forte para ingressar no Instituto do Rio Branco.

MPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


———«»———«»———«»———

Faltam APENAS 2 dias para acabar o prazo!


Agora que acabou a bagunça das festas de final de ano, porque você não começa o ano de estudos sérios para concursos públicos com o pé direito escrevendo uma bela redação para participar do 2o Concurso de Redações do Concurseiro Solitário?

Para participar desse concurso basta seguir três regras muito simples:

1 - Basta nos enviar uma redação de 50 (cinquenta) linhas sobre concursos públicos em formato Microsoft Word, na qual você pode falar sobre experiências pessoais, motivação, técnicas de estudo, enfim, sendo sobre concursos públicos e interessante, está valendo;

2 - Cada leitor poderá inscrever apenas 01 (uma) redação;

3 - Os leitores participantes desse concurso concordam que suas redações possam ser publicados pelo blog na íntegra a qualquer momento sem nenhum ônus.

E quais são os prêmios? Acreditem, são muitos. Temos pastas de couro, mochilas, camisetas, livros e muito mais. Os ganhadores, com certeza, ficarão muito satisfeitos. Inclusive, cada um dos ganhadores do concurso receberão também 01 (um) exemplar do livro "Guia de Preparação do Concurseiro Solitário" de Charles Dias, criador e editor do blog Concurseiro Solitário.

Não deixe de participar desse novo concurso. Treine sua redação e nos envie um belo texto para concorrer a um pacotão de prêmios!

ATENÇÃO - A data limite para envio das redações é 31/01/2011. e elas devem ser enviadas para o email:


CONCURSEIROSOLITARIO@GMAIL.COM

———«»———«»———«»———



Concurseiro sério é concurseiro bravo?

Cleber Olympio, articulista aqui do blog Concurseiro Solitário, disse certa vez que “Concurseiro ‘cara-fechada’ não é sério: é alguém que não sabe encarar com otimismo a própria vida”. E ele está realmente certo.

Isso porque não é raro se conhecer concurseiros que freqüentam cursos preparatórios por mais de 8 horas por dia (assistem a aulas pela manhã e embalam, lá mesmo, o estudo da tarde) e pensam as demais horas do dia em temas referentes aos concursos públicos. E que bom que é assim.

Contudo, também não é tão raro assim encontrar concurseiros que não estão dispostos a serem agradáveis com outros concurseiros, não querem estudar em grupo com medo da conseqüência prática na concorrência, não emprestam materiais ou as anotações de aula para aquele colega que teve uma gripe forte e não pôde ir, entre outros exemplos de um certo “egoísmo” acadêmico.

E essa não é postura esperada de um concurseiro sério. Sério é aquele que cumpre a grade de estudo que ele mesmo planejou, procurando realizar suas atividades diárias de forma otimizada e buscando sempre estudar como forma de instrumentalizar a realização dos seus sonhos.

Sério é aquele que está disposto a enfrentar as dificuldades e superar os eventuais obstáculos que o separam da aprovação, não com o semblante triste e infeliz, mas sim com a felicidade estampada no rosto e a consciência de que “ele um dia chega lá!”.

A postura desse blog sempre foi clara no sentido de estimular a cooperação entre os concurseiros. Aliás, esse é o próprio fundamento de sua criação: evitar que nós, estudantes, nos sintamos sozinhos nessa “guerra” de superação e disciplina, em busca do tão sonhado cargo público.

E para tanto precisamos manter nossos corações “leves”. Precisamos trabalhar em nós a consciência, otimista, de que ajudar o próximo, ser agradável com os demais concurseiros e professores de cursos preparatórios, não é, sob hipótese alguma, forma de prejudicar a si mesmo na consecução do certame. Pelo contrário, é notoriamente benéfico o estudo em grupo e os debates orais sobre temas polêmicos, pois estimulam qualidades essenciais na realização das provas, além de fazer muito bem ao espírito.

Por isso nesse domingo o convite é para que o concurseiro sério que também é bravo, desamarre a “cara amarrada” e encare com alegria os benefícios que podem ser colhidos no dia-a-dia de estudos.

Digo por mim mesma: ao entrar na equipe do Concurseiro Solitário eu percebi com ainda mais clareza como essa batalha por nossos sonhos, ainda que contenha as nuances particulares da história pessoal de cada um, pode sim ser vivida em conjunto, e é isso que nos torna tão especiais uns para os outros: lutamos pelo mesmo sonho (entre nós e com nossos queridos leitores), e não estamos (mais) sozinhos.

RESUMO DA ÓPERA - Se tiver oportunidade de ajudar um concurseiro que necessita de auxílio, faça! Ajude! Dê apoio, tire dúvidas, aconselhe. Porque não basta ser concurseiro sério ... é importante que se seja também feliz.

PAULA OLIVEIRA é concurseira por vocação.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———


———«»———«»———«»———

Faltam APENAS 3 dias para acabar o prazo!


Agora que acabou a bagunça das festas de final de ano, porque você não começa o ano de estudos sérios para concursos públicos com o pé direito escrevendo uma bela redação para participar do 2o Concurso de Redações do Concurseiro Solitário?

Para participar desse concurso basta seguir três regras muito simples:

1 - Basta nos enviar uma redação de 50 (cinquenta) linhas sobre concursos públicos em formato Microsoft Word, na qual você pode falar sobre experiências pessoais, motivação, técnicas de estudo, enfim, sendo sobre concursos públicos e interessante, está valendo;

2 - Cada leitor poderá inscrever apenas 01 (uma) redação;

3 - Os leitores participantes desse concurso concordam que suas redações possam ser publicados pelo blog na íntegra a qualquer momento sem nenhum ônus.

E quais são os prêmios? Acreditem, são muitos. Temos pastas de couro, mochilas, camisetas, livros e muito mais. Os ganhadores, com certeza, ficarão muito satisfeitos. Inclusive, cada um dos ganhadores do concurso receberão também 01 (um) exemplar do livro "Guia de Preparação do Concurseiro Solitário" de Charles Dias, criador e editor do blog Concurseiro Solitário.

Não deixe de participar desse novo concurso. Treine sua redação e nos envie um belo texto para concorrer a um pacotão de prêmios!

ATENÇÃO - A data limite para envio das redações é 31/01/2011. e elas devem ser enviadas para o email:


CONCURSEIROSOLITARIO@GMAIL.COM

———«»———«»———«»———

Social, não social ou antissocial?

Ah, deixa esses livros de lado um pouco e vem pra piscina com a gente!” Qual concurseiro sério nunca teve de recusar um convite semelhante ou igual a este? O pior é o peso, originado por essa decisão.

Desde o início da vida de concurseiro, é importante investir em disciplina, e nisso está incluso o tempo que se gasta com lazer, saídas e convívio social. Não há mais todo aquele tempo livre, e consequentemente as companhias ficam um pouco mais limitadas, uma vez que não há como atender a todo um círculo social com horários restritos. Há os que conseguem reservar tarde e noite de sábado para poderem investir nas amizades e convívio familiar; outros, por terem uma semana mais atarefada, usam todo – ou quase todo – o final de semana para pôr os estudos em dia. Para ambos os casos somam-se os tempos destinados à realização das provas, geralmente aos domingos: isso indica um retorno mais cedo para casa, ou mesmo evitar uma saída, a fim de não prejudicar o descanso e o rendimento na prova do dia seguinte. Tudo isso tem um motivo legítimo, pois afinal são necessários sacrifícios para quem almeja algo melhor na vida. Agora, o concurseiro deveria adotar a linha do “oito ou oitenta”, isto é, ou se relaciona com todos ou cortam-se todos os relacionamentos, até passar num concurso?

Aprendemos que o ser humano não vive numa redoma, e que é um ser eminentemente social. Também percebemos que ele se utiliza de coisas, mas ama e se relaciona com pessoas – e que nunca deve fazer o contrário. Deixar o convívio de pessoas queridas sempre será um peso, e a contingência de tempo não permite mudança, mas até isso o concurseiro precisa saber administrar, para ele mesmo não se sair no prejuízo.

Se investir na sociabilidade, durante a vida de concurseiro sério, é algo ruim – pois toma tempo e contribui para uma maior exposição a desgastes desnecessários – o ser “não social” também. O isolamento aumenta dúvidas e incertezas que não são compartilhados com alguém de carne e osso como o concurseiro, além de privá-lo de momentos de descontração tão necessários quanto uma boa revisão pré-prova. Uma pessoa que investe em relacionamentos, embora de maneira limitada, tende a conseguir um melhor desempenho, pois assim é natural ir às provas com mais confiança, e tenha, se conseguir a aprovação, com quem dividir as alegrias. Anote-se, de passagem, que o concurseiro nunca deve atribuir apenas ao seu próprio esforço uma aprovação, pois ela é uma somatória de estudo, dedicação, organização, e de pessoas ao lado que nos impulsionaram a ir adiante. O “não social” se priva justamente de algo importante para alcançar seu objetivo: afinal, com quem dividirá as alegrias de uma conquista, ou as tristezas de mais uma derrota? Que triste quadro é ficar só, diante de necessidades como um aconselhamento, uma palavra de motivação, ou suporte para momentos difíceis!

Pior situação é a do antissocial, que evita se relacionar com as pessoas ao seu redor. Muitas são as razões: incompreensão sobre o momento de vida, experiências amargas com alguém que não entende a vida de concurseiro, dificuldade de se expressar diante de quem nada conhece sobre provas, Tribunais e a Constituição, dentre outros. O mais grave, entretanto, é a pessoa se supor autossuficiente, além de investir numa péssima imagem diante dos demais, como se fosse alguém “acima da grande massa de trabalhadores da iniciativa privada que jamais passará num concurso”. Isso é perigoso, pois destrói toda uma história de vida em troca de algum tempo de preparo para concursos, que pode se revelar ineficaz e não produzir os frutos desejados. O que será dessa pessoa? Engolirá seu orgulho e arrogância e voltará a procurar os que antes ele abandonou? E se eles não o quiserem de volta?

Dessa maneira, a sociabilidade é fundamental, embora praticada com restrições, e produzirá seguramente bons resultados, colaborando com o desempenho do concurseiro em provas futuras. Segurança, suporte na tomada de decisões, estímulo e encorajamento, podem vir de relacionamentos seletos e bem estruturados, em que há genuíno interesse de auxílio mútuo e desejo de que o outro supere seus próprios limites.

RESUMO DA ÓPERA – Ser social não é apenas bom, senão necessário. Rejeite um estilo de vida no qual não se fala com ninguém por suposta “falta de tempo”, para não cair no grave erro de cortar todo tipo de relacionamento, em busca da realização na vida de concurseiro. Comece hoje a investir em pessoas.

CLEBER OLYMPIO, concurseiro que não abandona seus amigos, embora o tempo seja bem estudado para o convívio com eles.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———

SOBRE ALGUMAS MUDANÇAS NO BLOG ...

Vocês devem ter notado que estamos implementando algumas mudanças no blog. A primeira é a reforma visual da coluna fixa do template. Vejamos:

- De cara disponibilizamos os links para download gratuíto das duas primeiras edições da Revista do Concurseiro Solitário;

- Eliminamos a ferramenta de "shoutbox", que nos últimos tempos infelizmente vinha mais dando dor de cabeça do que trazendo benefícios por conta de usuários que a utilizavam de forma indevida para fazer propagandas de materiais de estudo pouco recomendáveis, fazer ataques pessoas, esse tipo de coisa;

- Reorganizamos os arquivos, que agora são organizados segundo os temas dos artigos e não mais por ordem cronológica.

Além disso, a partir de agora utilizaremos o Mercado Livre para oferecer a vocês, leitores, as camisetas e workshops do blog. Assim vocês poderão ajudar na manutenção do Concurseiro Solitário podendo fazer o pagamento dos produtos que adquirirem através de boleto bancário ou cartão de crédito, nessa segunda modalidade à vista ou parcelado.

Enfim, estamos sempre procurando tornar o blog melhor e mais prático, e novas e grandes novidades estão a caminho. Aguardem.

———«»———«»———«»———


———«»———«»———«»———

O prazo de inscrições está acabando!


Agora que acabou a bagunça das festas de final de ano, porque você não começa o ano de estudos sérios para concursos públicos com o pé direito escrevendo uma bela redação para participar do 2o Concurso de Redações do Concurseiro Solitário?

Para participar desse concurso basta seguir três regras muito simples:

1 - Basta nos enviar uma redação de 50 (cinquenta) linhas sobre concursos públicos em formato Microsoft Word, na qual você pode falar sobre experiências pessoais, motivação, técnicas de estudo, enfim, sendo sobre concursos públicos e interessante, está valendo;

2 - Cada leitor poderá inscrever apenas 01 (uma) redação;

3 - Os leitores participantes desse concurso concordam que suas redações possam ser publicados pelo blog na íntegra a qualquer momento sem nenhum ônus.

E quais são os prêmios? Acreditem, são muitos. Temos pastas de couro, mochilas, camisetas, livros e muito mais. Os ganhadores, com certeza, ficarão muito satisfeitos. Inclusive, cada um dos ganhadores do concurso receberão também 01 (um) exemplar do livro "Guia de Preparação do Concurseiro Solitário" de Charles Dias, criador e editor do blog Concurseiro Solitário.

Não deixe de participar desse novo concurso. Treine sua redação e nos envie um belo texto para concorrer a um pacotão de prêmios!

ATENÇÃO - A data limite para envio das redações é 31/01/2011. e elas devem ser enviadas para o email:


CONCURSEIROSOLITARIO@GMAIL.COM

———«»———«»———«»———


O artigo de hoje será publicado depois do almoço



Para estudar em casa

Recebemos via e-mail uma dúvida bastante pertinente à rotina de muitos concurseiros. Transcrevo-a para depois comentar:

Vocês teriam dicas de estudo para quem mora com outras pessoas, não tem espaço próprio nem silêncio em casa para estudar? Perto de casa não tem biblioteca. Adoro estudar, quero estudar, mas todo mundo atrapalha. Não tenho a minha ‘sala de estudos’. Onde posso ir para estudar sem ter que gastar?

Por vezes é mais simples falarmos de algo que constantemente vivemos, embora eu tenha me utilizado, em 2008, da biblioteca da minha ex-faculdade para os estudos. Agora, entretanto, passei a estar novamente inserido na rotina de preparo em casa, para concursos.

Respondendo à pergunta do leitor, digo que é, sim, possível estudar em casa. Apesar das dificuldades que vamos expor a seguir, o estudo em casa tem suas vantagens.

A primeira vantagem é a maleabilidade do tempo e do espaço. O concurseiro pode programar melhor sua rotina sem se preocupar com trânsito, deslocamento, horários de terceiros – cursinho preparatório, por exemplo – e fazer um trabalho mais dirigido. Hoje em dia sabemos o quanto se consome de tempo em simples deslocamentos, por conta dos congestionamentos das grandes cidades. Uma segunda vantagem se percebe ao se ter à mão benefícios para os momentos de descanso, como acesso mais rápido à cozinha e aos alimentos, sem ter que levar tudo de casa para o local externo de estudo; podemos falar também num maior e melhor acesso ao próprio material, sem ter de transportá-lo em mochilas pesadas ou mesmo correndo riscos, como o de assaltos ao transitar pelas ruas.

Como desvantagens nosso próprio leitor já as apontou. Falta de espaço próprio, de colaboração dos demais moradores com relação ao barulho, não ter como estudar em outro ambiente sem que isso implique em gastos, são razões legítimas que tendem a desanimar o concurseiro sério. Se não há ambiente propício aos estudos, precisamos criá-lo: um canto da casa, um quarto desocupado e arejado, desde que possua ao menos uma tomada para abajur de mesa, além da mesinha e cadeira, já é um bom começo. Caso não seja possível um ambiente assim, use-se a mesa da sala ou da cozinha, em horários nos quais haja um pouco mais de privacidade. Num ambiente coletivo como esse, para fugir de interrupções que atrapalham muito a concentração, podemos adotar duas soluções: ou buscar colaboração para que o barulho diminua, ou tentar uma alternativa, que são os protetores auriculares. Fáceis de se encontrar, os protetores auriculares ajudam a diminuir (não eliminar) o barulho externo, colaborando para que não haja dispersão na hora do estudo. Outra alternativa viável é usar um mp3 player, iPod e correlatos, que toquem – em volume baixo – música instrumental ou clássica, de preferência.

O grande problema de se estudar em casa, entretanto, é a exigência maior de disciplina. O concurseiro precisa ser mais fiel aos horários e isolar seu ambiente de estudo dos eletroeletrônicos que possam lhe desviar a atenção. Recomenda-se que o estudo seja feito longe do computador e da televisão, e que o celular encontre-se desligado. A tendência também é esticar o horário dos intervalos, mas isso pode ser controlado com uma programação de tempo suficiente para um descanso entre um estudo e outro.

RESUMO DA ÓPERA - É, sim, possível estudar em casa, desde que haja investimento em disciplina, criação de um ambiente favorável de estudo e compromisso. Bem melhor do que estudar fora, gastando, correndo riscos e se alimentando mal!

CLEBER OLYMPIO, concurseiro que estuda em casa, por opção e movido pelas circunstâncias.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———

SOBRE ALGUMAS MUDANÇAS NO BLOG ...

Vocês devem ter notado que estamos implementando algumas mudanças no blog. A primeira é a reforma visual da coluna fixa do template. Vejamos:

- De cara disponibilizamos os links para download gratuíto das duas primeiras edições da Revista do Concurseiro Solitário;

- Eliminamos a ferramenta de "shoutbox", que nos últimos tempos infelizmente vinha mais dando dor de cabeça do que trazendo benefícios por conta de usuários que a utilizavam de forma indevida para fazer propagandas de materiais de estudo pouco recomendáveis, fazer ataques pessoas, esse tipo de coisa;

- Reorganizamos os arquivos, que agora são organizados segundo os temas dos artigos e não mais por ordem cronológica.

Além disso, a partir de agora utilizaremos o Mercado Livre para oferecer a vocês, leitores, as camisetas e workshops do blog. Assim vocês poderão ajudar na manutenção do Concurseiro Solitário podendo fazer o pagamento dos produtos que adquirirem através de boleto bancário ou cartão de crédito, nessa segunda modalidade à vista ou parcelado.

Enfim, estamos sempre procurando tornar o blog melhor e mais prático, e novas e grandes novidades estão a caminho. Aguardem.

———«»———«»———«»———


———«»———«»———«»———

O prazo de inscrições está acabando!


Agora que acabou a bagunça das festas de final de ano, porque você não começa o ano de estudos sérios para concursos públicos com o pé direito escrevendo uma bela redação para participar do 2o Concurso de Redações do Concurseiro Solitário?

Para participar desse concurso basta seguir três regras muito simples:

1 - Basta nos enviar uma redação de 50 (cinquenta) linhas sobre concursos públicos em formato Microsoft Word, na qual você pode falar sobre experiências pessoais, motivação, técnicas de estudo, enfim, sendo sobre concursos públicos e interessante, está valendo;

2 - Cada leitor poderá inscrever apenas 01 (uma) redação;

3 - Os leitores participantes desse concurso concordam que suas redações possam ser publicados pelo blog na íntegra a qualquer momento sem nenhum ônus.

E quais são os prêmios? Acreditem, são muitos. Temos pastas de couro, mochilas, camisetas, livros e muito mais. Os ganhadores, com certeza, ficarão muito satisfeitos. Inclusive, cada um dos ganhadores do concurso receberão também 01 (um) exemplar do livro "Guia de Preparação do Concurseiro Solitário" de Charles Dias, criador e editor do blog Concurseiro Solitário.

Não deixe de participar desse novo concurso. Treine sua redação e nos envie um belo texto para concorrer a um pacotão de prêmios!

ATENÇÃO - A data limite para envio das redações é 31/01/2011. e elas devem ser enviadas para o email:


CONCURSEIROSOLITARIO@GMAIL.COM

———«»———«»———«»———



E a briga começou ...

Dezenas de milhares de concurseiros estão, nesse exato momento, estudando para dois dos concursos mais esperados do ano, do Banco do Brasil e da Petrobrás. São concursos que oferecem muiiiiitas vezes e sonho de consumo de uma multidão de concurseiros em termos de trabalho no serviço público.

"Mas são concursos de nível médio e além disso a maioria não estuda direito" murmuram muitos concurseiros que acham, erroneamente, claro, que esses concursos são fáceis de passar que a concorrência não significa nada, enfim, que essa batalha "já está ganha". Não poderiam estar mais enganados.

Para começar a conversar, concurseiros sérios mais experientes sabem que concursos de nível médio tendem a ser mais mais concorridos e difíceis de passar que concursos de nível médio, pois são utilizados como concursos-escada por muitos concurseiros com nível superior no bolso. Essa questão é complicada por si só e uma armadilha impiedosa.

Claro que em todo concurso há uma boa parcela de candidatos que vão fazer a prova porque não têm nada melhor para fazer ou por pura pressão de parentes e amigos, visto que não estudaram nada de nada. Só que atualmente há uma parcela maior de concurseiros que estudaram com muita seriedade e não estão para brincadeira, querem mesmo é passar e ser empossados.

Outro aspecto a ser analisado com cuidado é o tempo de estudo. É fato que muita gente já está estudando faz tempo para esses concursos, o que não significa, de modo algum, que quem começar a estudar agora não terá chance alguma de aprovação. Muito pelo contrário. Se o estudo for orientado, planejado e muito sério, o concurseiro retardatário tem chances, sim, de mesmo largando atrasado ter sucesso nesses concursos.

E para nosso leitores que encararão esses concursos temos três conselhos que valem ouro:

1 - Leia com muito cuidado o edital desses concursos, afinal de conta, são as regras do jogo e devem ser compreendidas plenamente;

2 - Fuja daquelas apostilas milagrosas que prometem todas as matérias por apenas algumas deze nas de reais se você quer mesmo passar nesses concursos;

3 - Divida seu tempo de estudo entre matérias e questões de concursos anteriores, teoria e prática.

Resumo da ópera - Estude com seriedade e da forma correta, utilize um bom material de estudo e acredite em você mesmo, esse é o camiho para a vitória em qualquer concurso público.

CHARLES DIAS é o Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———





Preparação e motivação de atleta para concursos públicos

É incrível como muita gente que inicia seus estudos para os concursos públicos faz tudo direitinho: compra livros, apostilas, aulas e vídeos online, frequenta os melhores preparatórios, acessa fóruns, sites e blogs especializados; aprende até a falar “E vamos que vamos!” Porém, deixa para trás o item mais importante e decisivo para esta jornada que é a sua própria preparação.

Para exercer qualquer tipo atividade, seja o próprio trabalho, estudar, uma atividade física como uma caminhada ou correr em uma maratona, até algo mais complexo como praticar arte marcial ou balé, é preciso de muita disciplina, determinação e treino, tudo isso aliado a um bom condicionamento até adquirir um bom ritmo, ou seja, treinar diariamente por muitas horas e repetidas vezes a mesma coisa.

Ninguém acorda pela manhã, compra um bom par de tênis e vai correr uma maratona como a de São Silvestre, por exemplo. Ainda que isso aconteça (e acontece), tamanha empolgação e motivação irão por terra nos primeiros quilômetros. Até mesmo para caminhar é necessário um bom tempo entre tropeções e quedas, além de muito choro, não é verdade? Imagine então virar um atleta da noite para o dia. Sem chance!

A preparação de um candidato para os concursos públicos e a de um atleta para qualquer competição, embora distintos, seguem o mesmo ritmo. Senão, vejamos:

(Clique na imagem para vê-la maior)

Portanto, se você gosta, pratica ou tem paixão por algum esporte como: futebol, ciclismo, natação, atletismo, vôlei, boxe etc., imagine-se como se fosse o próprio atleta desses esportes, vivendo as maratonas de preparação, os treinos, as competições. Tente visualizar cada momento e cada sensação, desde o gosto amargo da derrota, até a emoção da superação, da vitória e, nesse momento, faça um transplante mental de tudo isso e leve o máximo que puder para o ambiente da sua preparação de estudos para concursos públicos. Certamente você terá ótimos pensamentos positivos e animadores para não desistir logo na primeira derrota, além de ficar com mais ânimo e fé para enfrentar competições bem maiores e melhores.

Resumo da Ópera: Mesmo não gostando de esporte nenhum, seja pelo menos um atleta nos estudos, agindo e pensando como tal. Encare os concursos como uma maratona de verdade, em que é necessária realmente uma preparação e motivação “puxada” de atleta, exigindo muito “P2D” (Planejamento, Disciplina e Determinação) e que felizmente o seu único concorrente será você mesmo. Acredite!

"Mais importante que a vontade de vencer é a coragem de começar." (Josh Billings)

FONTENELE é um concurseiro que usa a preparação e a motivação de atleta para vencer na maratona dos concursos públicos.

CLEBER OLYMPIO, concurseiro aprendendo a se desligar de sentimentos inúteis.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———




A frieza do concurseiro sério

Deparar-se com situações-limite, na vida, não é nada agradável. O ser humano sempre quer sossego, independentemente da situação, e não gosta de viver um turbilhão de informações ao mesmo tempo. O concurseiro já se expõe a tantos sentimentos, vividos de forma muito intensa. Cabe a ele administrar essas circunstâncias, de modo a não se deixar levar pelo que experimenta, tanto de alegrias como de dissabores. É hora de aprender a desenvolver certa frieza.

Quando se fala em “frieza”, a primeira figura que costuma vir à mente é a de um assassino, “frio e calculista”. O sentido de ser “frio” acaba sendo mal interpretado. Em muitos momentos, sobretudo relacionados à vida profissional, a pessoa precisa agir com prudência, inclusive para não pôr a perder seu respeito e imagem. E essa prudência é acompanhada, bem de perto, com um controle emocional mais rígido. Imagine-se um militar chorando diante de seus subordinados em pleno combate: seria terrível! Assim, desenvolver uma personalidade mais tranquila ajuda, especialmente para atravessar momentos difíceis, ou mesmo de incertezas.

Confesso que, com o passar dos tempos, uma coisa que me irrita na vida de concurseiro são aqueles concorrentes que são ansiosos para tudo. Seja para a publicação do edital, os locais de prova, a data da prova, o começo do certame, a divulgação do gabarito extraoficial (sem contar o preliminar), até a exibição da lista de aprovados, a ansiedade é muito grande. Com o passar do tempo, esses “marinheiros de primeira viagem” vão experimentando fracassos, derrotas, lamentações, tristezas, frustrações, e começam a entrar no difícil prumo de uma vida nada fácil que cada concurseiro sério deste País enfrenta. Enquanto isso, os ansiosos continuam a criar expectativas por vezes fantasiosas e, ao verem que perderam a vaga por terem deixado de fazer “apenas mais uma questão”, recolhem-se em dúvidas, desânimo, ou até desespero por sua condição. A ansiedade, portanto, é um dos sentimentos mais inúteis que o ser humano pode nutrir, ainda mais quando investe numa trajetória que promete frutos, apenas a médio e longo prazo.

O concurseiro sério precisa aprender a lidar com as perdas. São muitas, e experimentadas diariamente por quem está nessa “profissão”. Perde-se convívio social, oportunidades de lazer e até de empregos que poderiam equilibrar as despesas, o descanso certo no final de semana, ou mesmo a paciência por esperar tanto tempo por um resultado que custa a chegar. E de que adianta experimentar esses sentimentos? Vale a pena sofrer tanto por uma aprovação?

É preciso dar um basta a todo esse conjunto de emoções, e encarar a vida de concurseiro de modo diferente. Para que sustentar preocupações, com algo pelo qual se luta diariamente? Ora, o resultado é fruto do esforço aliado à oportunidade, então ele virá. Se não passo hoje, tenho que ser “calculista” e buscar ver as minhas falhas, para que amanhã eu faça uma prova melhor. Se eu passei, tenho que ser prudente, especialmente se aquele não for o “concurso dos sonhos”, para que ele não bloqueie as minhas futuras investidas nesse ramo.

Investir em frieza, diante de uma vida tão conturbada, é medida de prudência. Assim, há uma cabeça mais livre, não para meditar sobre o que passou, mas para seguir adiante rumo à investidura.

Resumo da Ópera - Uma dose de frieza no dia-a-dia e canja de galinha não fazem mal a ninguém.

CLEBER OLYMPIO, concurseiro aprendendo a se desligar de sentimentos inúteis.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———




powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards